FUNCEB oferece cursos de qualificação: música

O Centro de Formação em Artes (CFA) e a Coordenação de Música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), convocam artistas da música para o Programa de Qualificação em Música, que vai oferecer cursos diversos para o aperfeiçoamento do trabalho de quem já tem experiência na área.

As 240 vagas são disponibilizadas para turmas estruturadas em dois núcleos – Formação Musical com Enfoque na Música da Bahia, coordenado por Letieres Leite, e Núcleo Moderno de Música, coordenado por Bira Marques.

As aulas serão iniciadas em 10 de setembro, na sede do CFA (Pelourinho), e as inscrições, gratuitas, ficam abertas até a mesma data ou o preenchimento total das vagas, podendo ser feitas no mesmo local, de segunda a sexta-feira, das 9 às 12h e das 14 às 17h. Mais informações pelos telefones (71) 3117-6366 / 6367 / 6368.

Projeto piloto

O Programa de Qualificação em Música consolida um projeto piloto de formação continuada em música, executado pela Funceb no segundo semestre do ano passado. Nesta ação, o próprio maestro Letieres Leite, à frente do trabalho de dez outros professores, atendeu a 50 alunos oriundos de projetos sociais e ONGs de Salvador, para qualificá-los no seu fazer artístico enquanto músicos, numa metodologia que privilegiou a música afrobaiana e o seu universo percussivo, aliados à música contemporânea mundial.

Os alunos têm lugar garantido para dar prosseguimento aos seus processos formativos por intermédio dos novos cursos. Da mesma maneira, músicos que participaram de encontros setoriais promovidos pela fundação, no interior da Bahia, serão especialmente convidados para as aulas, reservando 10% das vagas para eles, nos dois módulos.

Núcleo de Formação

No Núcleo de Formação Musical com Enfoque na Música da Bahia, coordenado por Letieres Leite, o aprendizado é voltado para a prática e o pensamento em música, que tem no conteúdo um forte recorte da música ancestral da Bahia em acordo com tecnologias contemporâneas.

O propósito é de capacitar jovens músicos, de 13 a 23 anos, para que encaminhem suas carreiras de maneira qualificada no mercado de trabalho. Haverá turmas de guitarra e violão (oito alunos), baixo (seis), saxofone (10), flauta (oito), trombone (oito), trompete (10), bateria (quatro), percussão (10) e canto (16). Ao todo, serão 80 músicos matriculados, que também terão aulas de teoria musical.

Núcleo Moderno

Coordenado por Bira Marques, o Núcleo Moderno de Música tem como módulos principais, técnicas musicais para composição, criação de arranjos musicais e orquestração para Música Erudita Popular.

Os cursos, constituídos em oito turmas de 20 alunos, totalizando 160 inscritos, são direcionados para músicos instrumentistas, compositores e educadores da área musical, adultos de todas as idades, que pretendem atuar profissionalmente no mercado da música baiana. Serão formadas turmas de instrumentação, orquestração e arranjo (40 vagas), harmonia (80) e curso preparatório para o vestibular de música (40).

Todos os interessados nos dois módulos devem comprovar experiência e aptidão na área para concorrer às vagas. Os inscritos podem ser convocados para audições e entrevistas seletivas, caso necessário.