Lojistas terão acesso a produtos e serviços do Sebrae e BNB

Com a intenção de ampliar o braço executivo do Sebrae em 50 municípios baianos e fortalecer a estrutura executiva da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado (FCDL), através de capacitações voltadas ao segmento por meio de produtos e serviços, as duas entidades assinaram convênio que pretende casar a oferta de soluções empresariais com as demandas locais.

O pacto firmado vai permitir uma atuação sinérgica em âmbito estadual, desenvolvendo ações que convergem em propósito, a partir de articulações locais. O documento inclui capacitação dos executivos da CDL, padronização dos processos, oferta de produtos e serviços, aumento do número de associados, melhoria da visibilidade institucional local, comunicação integrada com a Federação, fortalecimento das entidades, entre outras vantagens.

De acordo com o superintendente do Sebrae Bahia, Edival Passos, a matéria-prima da Instituição é imaterial e, portanto, a parceria será um canal para difusão de conhecimento, expandindo a atuação e sua expertise em 124 municípios nos quais funcionam as CDL. “O trabalho com as empresas e o governo é muito importante para consolidarmos o sucesso desse macroconvênio histórico. Será bom pra o empreendedor, que vai aprender a gerir melhor, e para as Câmaras, que terão maior legitimidade”.

O coordenador da Unidade de Comércio e Serviços do Sebrae, Rogério Cerqueira Teixeira, afirmou que a iniciativa vai aumentar a capilaridade das instituições e, principalmente, o raio de ação do Sebrae Bahia, presente em 28 cidades baianas. “A estrutura da CDL, que representa um universo de aproximadamente 50 mil empresas, será fundamental para colocarmos em prática a nossa missão, que é promover a competitividade e a sustentabilidade dos micro e pequenos negócios”.

“O documento assinado com o Sebrae visa capacitar nossos dirigentes e associados, abrangendo toda a cadeia do associativo, seja o micro, pequeno ou o negócio informal. Esse convênio está ancorado ao que firmamos com o Banco do Nordeste (BNB), unindo conhecimento técnico ao acesso a linhas de crédito. Sabemos que com a oferta de taxas convidativas, mais de 20 mil associados terão condições de comprar à vista e farão melhor uso desse capital”, afirmou o presidente da FCDL, Antoine Youssef (foto).

Linha de crédito – O BNB, através da Superintendência Estadual da Bahia, e a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL) assinaram no mesmo dia acordo de cooperação técnica. O documento assegura a disseminação da informação sobre a linha de crédito criada pelo Banco com o nome de “Giro Estoque”, que prevê taxas de juros a partir de 0,48% ao mês, considerado o produto do gênero mais barato do mercado.

Para o superintendente estadual do BNB, Jorge Antônio Bagdêve, a ideia é interiorizar a abrangência do banco, levando capital de giro para que os comerciantes, nas festas de final de ano, tenham a possibilidade de adquirir os produtos, garantindo faturamento e atendimento aos clientes. “Vamos disponibilizar R$ 100 milhões não limitados com custo menor do giro tradicional. Nas oficinas realizadas pela CDL iremos apresentar as linhas de crédito, ensinaremos como abrir conta, de que forma elaborar plano de negócios, facilitando o cadastramento para liberar o recurso no máximo em 30 dias”, explicou.

Segundo o diretor distrital da FCDL na região de Irecê, Adalvo Martins Filho, a implementação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa no município teve um desdobramento proativo do caráter pedagógico dos negócios de micro e pequeno porte, acompanhado da aprendizagem do aprendizado nas questões organizações e da relação de compras governamentais. “Durante muito tempo o catalisador do empreendedorismo era a falta de emprego. Com instrumentos de troca junto às instituições financeiras e o planejamento das ações, vamos mudar essa história.