Presidente da ACIDE cobra acessibilidade

José Arcanjo cobrou a ampliação do número de ônibus adaptados e defendeu desconto de 50% para pessoas com deficiência em eventos culturais ou esportivos

O presidente da Associação Conquistense de Integração do Deficiente (ACIDE), José Arcanjo Dias Rocha, cobrou, na tribuna livre da sessão desta quarta-feira (7), políticas públicas voltadas para acessibilidade de pessoas com deficiências em Vitória da Conquista. Dentre outras coisas, Rocha solicitou a ampliação do número de ônibus coletivos adaptados para cadeirantes, bem como a capacitação de funcionários para atender aos deficientes.

A possibilidade da utilização do DPS nos ônibus coletivos também foi comentada pelo presidente da ACIDE. Segundo o mesmo, trata-se de um sistema de radio frequência  que conecta o deficiente visual ao motorista de ônibus. O dispositivo, que fica com o usuário (emissor) e com o motorista (receptor), chama o ônibus para o ponto e emite um aviso sonoro quando o veículo estaciona.

Para Rocha, trata-se de uma alternativa para que os cegos possam usar o transporte público, que já foi implantada em cidades do Sudeste do país, com o custo de aproximadamente R$ 800 por ônibus.

Ainda em sua participação na tribuna da Câmara, Rocha solicitou a aprovação do  Projeto de Lei que prevê desconto de 50% para portadores de necessidades especiais em eventos culturais e esportivos no município. “Provavelmente este PL vai entrar na próxima sessão”, disse.