Olimpíadas de Matemática premiam alunos conquistenses

Alunos de escolas municipais são premiados em Olimpíadas de Matemática

A tarde desta quarta-feira, 22, foi histórica para nove alunos da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista. É que eles receberam a Certificação de Menção Honrosa em Nível Nacional pelo desempenho nas Olimpíadas de Matemática, edição 2012.

Além dos representantes de Vitória da Conquista, a solenidade, realizada no auditório da Câmara Municipal de Vereadores, reuniu alunos, professores, pais, diretores e secretários de Educação de oito municípios da região, que prestigiaram os 66 estudantes premiados.

Para o secretário municipal de Educação de Vitória da Conquista, Luíz Ibiapaba, “os certificados são uma demonstração de que está havendo um resgate da escola pública brasileira, estamos incentivado os nossos alunos e descobrindo cabeças brilhantes, que futuramente estarão atuando nas áreas de tecnologia e ciências do nosso país”.

O prefeito, Guilherme Menezes, em sua fala, destacou a importância da família no processo de aprendizagem. “A melhor escola é a escola que tem famílias presentes, participando; pois quando os filhos veem o interesse dos pais pela escola, eles dão mais valor à educação”.

O coordenador regional das Olimpíadas de Matemática, Márcio Oliveira Desquivel, lembrou que na região Sudoeste 200 mil alunos, de 600 escolas participaram da competição. E destacou: “a educação no Sudoeste da Bahia tem galgado, cada vez mais, alicerces, grandezas e vitórias para a região”.

Ana Carolina Almeida, aluna da Escola Municipal Mozart Tanajura,

Os alunos estavam emocionados. Ana Carolina Almeida, aluna da Escola Municipal Mozart Tanajura, falou sobre a importância das Olimpíadas de Matemática: “a gente aprende bastante e é uma recompensa por todo o nosso esforço.”

Mateus Pereira, aluno da Escola Municipal Frei Serafim do Amparo

Já Mateus Pereira, aluno da Escola Municipal Frei Serafim do Amparo, destacou a qualidade do ensino: “sou de Divisópolis e mudei para Conquista ano passado. Acho o ensino da Frei Serafim, principalmente em matemática, muito bom”.

E Gustavo de Jesus, aluno do 8º ano completou: “a gente se diverte porque é uma matéria bem prazerosa. Na escola, a gente forma grupos para discutir sobre a matéria e assim termos uma reflexão maior”.

Gustavo de Jesus

Os professores presentes refletiram sobre as Olimpíadas. Para Washington Luís Gusmão, professor da Escola Mozart Tanajura, a premiação é resultado de todo o trabalho realizado na escola. “Estamos felizes e animados para a próxima edição das Olimpíadas”. E Maria Emília Vieira, vice-diretora da escola Frei Serafim do Amparo disse que “incentivar esses aluno é dar oportunidades de crescimento, de novas aprendizagens, de participar de outros eventos”.