Governo visita obras do Complexo Cultural Glauber Rocha

Segundo a Emurc, mais de 90% da obra já está concluída.

O grupo visitou também as obras da nova Central de Abastecimento.

Na vasta área de quase 25 mil metros quadrados, localizada à margem direita de quem passa pela Avenida Brumado em direção ao centro da cidade, prossegue de forma ininterrupta a construção do Complexo Cultural Glauber Rocha. Somente de área construída, são 4,3 mil metros quadrados. Segundo a Empresa Municipal de Urbanização – EMURC, que executa a obra na qual o Governo Municipal investiu cerca de R$ 7 milhões em recursos próprios, mais de 90% do trabalho já foi concluído.

Os técnicos afirmam que, em pouco tempo, a praça de eventos – que poderá abrigar até cerca de vinte mil pessoas – estará pronta para receber as atrações musicais do Forró Pé de Serra do Periperi e do Natal da Cidade, que, a partir deste ano, passam a ocorrer no novo equipamento.

Além disso, o local oferece possibilidades para várias outras iniciativas nas áreas cultural e educacional. Ao lado direito da praça, situam-se os boxes reservados aos pequenos empreendedores que vão comercializar ali sua produção de artesanato. E, bem no centro de tudo, a construção do Centro Educacional Audiovisual se mantém em ritmo igualmente acelerado.

“Estamos construindo aqui um complexo cultural à altura do nome de Glauber Rocha”, afirmou o prefeito Guilherme Menezes, que na tarde desta sexta-feira, 28, visitou o espaço ao lado de secretários, técnicos e demais integrantes do Governo Municipal. O prefeito mencionou ainda as praças de alimentação situadas na área em que estão os boxes de artesanato, nas quais já antevê a possibilidade de haver exposições de arte e apresentações musicais ao estilo voz e violão. “É um espaço muito propício para que as pessoas possam vir com suas famílias, à noite e aos finais de semana”, observou Guilherme.

 

Gildelson Felício

Segurança e proteção – Segundo o secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Gildelson Felício, trata-se de um espaço “privilegiadíssimo”. “A grande expectativa é fazer bons eventos aqui e marcar este lugar como um espaço de lazer, cultura e eventos com segurança para a população”, explicou Gildelson. Seu colega Ricardo Marques, titular da pasta da Educação, destacou o potencial pedagógico do Centro Audiovisual. “Para os alunos e professores da nossa Rede Municipal de Ensino, vai ser um grande instrumento de educação que vamos utilizar da melhor maneira possível”, disse. “É um grande presente para Vitória da Conquista”.

Débora Rocha

A segurança do equipamento, mencionada por Gildelson, foi levada em conta pelo Governo Municipal, como observou a secretária municipal de Infraestrutura, Débora Rocha. “É um empreendimento que absorveu todas as demandas e normas técnicas de segurança e proteção, como o combate a incêndio e a facilidade de entrada e saída”, disse Débora. “Há todos os equipamentos necessários para a proteção de todas as pessoas que vierem até aqui”.

Central de Abastecimento – Após concluir as atividades no Complexo Cultural Glauber Rocha, a comitiva do Governo Municipal seguiu para o Loteamento Recanto das Águas, próximo à saída para a cidade de Anagé. Ali, o prefeito Guilherme e seus acompanhantes vistoriaram o terreno onde a Prefeitura está construindo a nova sede da Central de Abastecimento, que atualmente funciona na Avenida Juracy Magalhães.

O trabalho, também executado por meio da Emurc, está em fase inicial de terraplanagem. O terreno possui área total superior a 70 mil metros quadrados, sendo mais de 4 mil somente na área em que serão construídas as edificações. O projeto prevê a construção de três galpões: dois maiores, reservados aos comerciantes, e um de menores proporções, destinado ao setor administrativo.