Prefeito Empreendedor: Guanambi vence etapa nacional

Projeto Cidade Empreendedora foi contemplado na categoria Desburocratização

As ações da prefeitura de Guanambi para construir um ambiente favorável aos micro e pequenos negócios foram reconhecidas nacionalmente com a conquista do Prêmio Prefeito Empreendedor. O projeto Cidade Empreendedora foi contemplado na categoria Desburocratização. Representando o prefeito Charles Fernandes, o secretário municipal de Indústria e Comércio, Fabrício Lopes, recebeu o troféu das mãos do presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, na cerimônia de premiação em Brasília. 
O projeto vencedor, gerido pela Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, busca fomentar o desenvolvimento socioeconômico de Guanambi, através das micro e pequenas empresas. A iniciativa contribui para o surgimento de novos empreendimentos, bem como para a manutenção dos negócios, ofertando qualificação e, se for o caso, análise de viabilidade de expansão. Desde a sua implantação, segundo dados da prefeitura, o número de empresas na cidade foi ampliado em mais de 55%, gerando mais emprego e renda.
A 8ª Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor selecionou 123 projetos finalistas de um universo de 1.348 inscrições.
Ao longo de seus 13 anos de existência, a iniciativa já recebeu mais de 7 mil inscrições e reconheceu nacionalmente o trabalho de 55 gestores municipais que identificaram nas micro e pequenas empresas uma importante ferramenta de desenvolvimento econômico sustentável. O objetivo do Sebrae com a premiação é incluir o empreendedorismo definitivamente na agenda da gestão municipal, a exemplo da saúde, educação, segurança e infraestrutura.
Entre as novidades dessa edição, estão as categorias de projetos que exploram as oportunidades geradas aos pequenos negócios pelos grandes eventos esportivos e trabalhos que ainda estão em fase de desenvolvimento pelos prefeitos que assumiram a gestão dos municípios nas últimas eleições. Também foram premiadas iniciativas inscritas nas categorias: Melhor Projeto do Estado, Lei Geral Implementada, Compras Governamentais e Pequenos Negócios no Campo.
Os trabalhos vencedores estão focados em pelo menos uma das seguintes áreas de atuação: planejamento e infraestrutura para o desenvolvimento econômico e social local, desburocratização, formalização da economia local, política tributária para os pequenos negócios, compras públicas locais, acesso a inovação e tecnologia, representação, cooperação e associativismo, acesso a crédito e serviços financeiros, capacitação e empreendedorismo, promoção do desenvolvimento rural e Lei Geral Municipal.