Conquistense entre os finalistas do Prêmio INNOVARE

A APAC de Itaúna recebeu a visita dos advogados Matheus Tavares Perdigão Mendes e Ricardo Silva Magalhães Viana, consultores do Instituto Innovare. Os visitantes foram recepcionados pelo diretor executivo da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FEBAC, Valdeci Ferreira, e pelos representantes do Instituto Minas Pela Paz Enéas Melo, da Fundação AVSI Deborah Amaral, e do TJMG Cristina Salete.

Criado em 2004, o Prêmio Innovare tem como objetivo identificar, premiar e disseminar iniciativas inovadoras feitas por magistrados, membros do Ministério Público estadual e federal, defensores públicos e advogados públicos e privados de todo Brasil, além de profissionais graduados em qualquer área do conhecimento, que estejam aumentando a qualidade da prestação jurisdicional e contribuindo com a modernização da Justiça Brasileira.

Este ano, profissionais de qualquer área, com ensino superior, puderam apresentar projetos em desenvolvimento. O tema foi livre para as categorias Ministério Público, Tribunal, Juiz Individual, Advocacia e Defensoria Pública. Já a categoria Prêmio Especial, que avalia iniciativas desenvolvidas para melhorar o sistema penitenciário brasileiro por meio do tema “Sistema Penitenciário Justo e Eficaz”, foi aberta a bacharéis de todas as áreas do conhecimento.


A APAC de Itaúna foi inscrita pelo nosso diretor, jornalista Toninho da Luz que havia participado da comitiva da CPI Carcerária realizada pela Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa de Minas Gerais que dentre vários estabelecimentos penitenciários, esteve também na APAC. Ele disse que desde aquela visita, nunca mais esqueceu o que ali testemunhou. Foi então que este ano resolveu inscrever a APAC de Itaúna, que está entre as finalistas, das 367 práticas inscritas.

A Comissão Julgadora, que faz parte da estrutura do Instituto Innovare, é escolhida por meio de indicação e votação do Conselho Superior, e é formada por personalidades do mundo jurídico, acadêmico e empresarial, responsáveis pela análise e julgamento das práticas recebidas.
O resultado final deverá ser divulgado no dia da cerimônia de premiação, programada para dezembro.

O Premio INNOVARE, é uma parceria do Ministério da Justiça, através da Secretaria de Reforma do Judiciário, Associação de Magistrados Brasileiros, Associação Nacional dos Membros do Ministério Público, Associação Nacional dos Defensores Públicos, Associação dos Juizes Federais do Brasil, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Nacional dos Procuradores da República, Fundação Roberto Marinho através das Organizações Globo, International Bar Association e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho.

Para Toninho da Luz, “acompanhar a comissão julgadora conhecendo de perto as ações transformadoras que acontecem na APAC Itauna, já é o próprio premio que todo jornalista gostaria de receber. Um privilégio andar tranquilo e em perfeita segurança entre os corredores, celas e homens em busca de sua reabilitação. Mais do isso, almoçar com toda decência e todo respeito numa mesa onde se assentam devedores da justiça e os próprios promotores dela. Independente do resultado que será anunciado em dezembro, meu maior premio mesmo, é conhecer um sistema prisional revolucionário, inovador e que tem a cara do futuro.”