Vitória da Conquista 2 X 0 Bahia

Torcida deu um show à parte nas arquibancadas

O Vitória da Conquista estreou neste domingo (1) no Campeonato Baiano, jogando contra o Bahia no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista.  O time da casa não tomou conhecimento do atual Campeão Baiano e venceu o jogo pelo placar de 2 a 0, gols de Diogo Capela e André Oliveira.O Vitória da Conquista volta a campo no próximo domingo (8) contra o Galícia, em Pituaçu, pela segunda rodada do Baianão. Já o Bahia recebe o Campinense na próxima quarta-feira (4), na estreia da Copa do Nordeste.

Primeiro tempo:
Com um time bastante modificado do ano passado, o Bahia começou melhor a partida, se mostrando mais entrosado e compactando melhor os espaços em campo. Aos 23 minutos, o tricolor chegou num bom cruzamento de Railan, que Tchô pegou de primeira, mais a bola saiu fraca, para a fácil defesa do goleiro Viáfara. O Vitória da Conquista só chutou em gol aos 30 min, sem perigo para o goleiro Omar. Aos 31 min, o time da casa chegou ao gol, mais corretamente anulado pela arbitragem. O atacante estava em posiçao de impedimento. Aos 33 min, Diogo Capela bateu forte de fora da área, obrigando o goleiro Omar fazer uma boa defesa, colocando para escanteio. O time da casa cresceu na partida e conseguiu abrir o placar aos 38 min. Após uma boa troca de passes, Diogo Capela bateu cruzado, sem chances para o goleiro do Bahia. Empolgado, o Vitória da Conquista foi para cima e aos 43 min, num contra-ataque rápido, Railan colocou a mão na bola, pênalti bem marcado pelo juiz Lúcio José da Silva, que expulsou o lateral-direito do tricolor. André Oliveira bateu bem, colocando bola para um lado, goleiro para o outro, fazendo o segundo gols do jogo e dando números finais para a partida na primeira etapa.
Segundo tempo:
Precisando empatar o jogo, o técnico Sérgio Soares fez duas alterações: Rômulo no lugar de Tchô, e Tony no lugar de Feijão, recompondo a lateral-direita e colocando o time mais ofensivo. O tricolor da capital continuou melhor na partida, chegando sempre com um bom toque de bola com perigo do gol de Viáfara. Aos 12 minutos, depois de um empurra-empurra dentro da área do conquista, o juiz aplicou cartão amarelo para o zagueiro do Vitória da Conquista João Álvaro e o atacante do Bahia, Kieza. Aos 19 minutos, mais um gol anulado do Vitória da Conquista, outro impedimento. Tentando uma última cartada, o técnico Sérgio Soares colocou o garoto da base Zé Roberto no lugar de Willians Santana. Apesar do amplo domínio do jogo, o Bahia não conseguia chegar com perigo no gol do time conquistense. O treinador do Vitória da Conquista colocou Dionísio no lugar de João Álvaro, aos 29 minutos. O Bahia continuava ocupando melhor os espaços e dominando o meio campo. Aos 33m, o Vitória da Conquista voltou a mudar: Ivan Brazão entrou no lugar do jogador Rafamar. O time da casa continuou marcando forte, dificultando as ações ofensivas do Bahia, que sentiu a parte física e o forte calor durante a partida. E o placar ficou nisso, Vitória da Conquista 2 x 0 Bahia.
FICHA TÉCNICA:
Campeonato Baiano -1ª rodada
Vitória da Conquista  2 x 0  Bahia
Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA)
Horário: 16h
Data: 01/02/2015
Árbitro: Lúcio José Silva de Araújo (BA)
Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora e Jucimar dos Santos Dias
Gol: Diogo Capela (Conquista), André Oliveira (Conquista)
Cartões Amarelos: João Álvaro (Conquista) / Kieza (Bahia) / Zé Roberto (Bahia) / Raul (Bahia)
Cartão Vermelho: Railan (Bahia) / Raul (Bahia)
Vitória da Conquista: Viáfara, Apodi, João Álvaro (Dionísio), Fernando e Fausto; Iedo Aragão, e Maicom; André Oliveira, Rafamar (Ivan Brazão), Carlinhos; Diogo Capela. Técnico: Evandro Guimarães.
Bahia: Omar; Railan, Titi, Chicão e Raul; Feijão (Tony) e Bruno Paulista; Willians Santana (Zé Roberto), Tiago Real e Tchô (Rômulo); Kieza. Técnico: Sérgio Soares.