Greve dos bancários paralisa todos os bancos

Neste terceiro dia de greve, a categoria contou com uma adesão ainda maior dos bancários ao movimento. Nas 45 cidades que compõem base territorial do Sindicato de Vitória da Conquista e Região, 100% dos bancos públicos estão com as atividades suspensas.

No total, 80% das agências estão sem funcionamento na base do SEEB/VCR, com aproximadamente 850 bancários paralisados.

Na manhã de hoje (08), as mobilizações se intensificaram com a participação ativa da categoria, que utilizou o carro de som para esclarecer a população sobre as reivindicações e os motivos que levaram os bancários à realização da greve.

Para o vice-presidente do Sindicato, Bruno Maia, o movimento continua mostrando sua força, mas é preciso pressionar cada vez mais. “Tenho percebido forte adesão à greve com as agências fechadas, mas ainda é preciso uma maior participação da categoria para que a gente consiga pressionar os banqueiros. Se quisermos realmente que nossas reivindicações sejam atendidas, devemos deixar o nosso movimento ainda mais fortalecido”, afirma.

Até o momento os bancos não apresentaram nenhuma proposta ligada a melhores condições de trabalho e de atendimento à população, além do reajuste salarial. Foram reivindicados 16% de aumento, no entanto, a Fenaban ofereceu apenas 5,5%, o que não cobre nem mesmo a inflação, acumulada em 9,88% no mês de setembro.

Com a redução de funcionários em trabalhos considerados essenciais à população, está havendo ainda a redução natural de caixas eletronicos em operação, o que vem causando muitas filas em todas as agencias.