MPF em Vitória da Conquista divulga relatório anual de produtividade

Entre janeiro e novembro de 2015, a unidade produziu 1.407 manifestações judiciais e instaurou 592 procedimentos extrajudiciais.

O Ministério Público Federal em Vitória da Conquista/BA divulgou o Relatório Anual de Atividades e Produtividade de 2015. O documento traz a relação de procuradores e servidores da unidade; uma breve apresentação; estatísticas de produtividade relacionadas a manifestações judiciais e extrajudiciais; ações do projeto Dez Medidas Contra a Corrupção; e dados sobre a doação de bens da procuradoria.

Durante o período de janeiro a novembro deste ano, foram produzidas 1.407 manifestações judiciais, sendo 921 criminais e 486 cíveis. Destaca-se ainda o número de ações civis públicas e de improbidade administrativa ajuizadas pelos dois ofícios da PRM, representativo de 20% do quantitativo total no Estado da Bahia. Em relação às manifestações extrajudiciais, a unidade de Vitória da Conquista tinha 332 procedimentos em tramitação, sendo que 592 deles foram instaurados em 2015.

Além disso, o MPF realizou diversas parcerias com universidades, instituições religiosas, reuniões e palestras a fim de coletar assinaturas para as Dez Medidas na região. Entre agosto e o fim de novembro, foram colhidas 3.559 assinaturas. A unidade ainda fez a doação de 25 bens para o Presídio Regional Advogado Nilton Gonçalves e a Creche Municipal Jardim Valéria, localizados no município, e para a Prefeitura de Poções/BA.

A partir deste ano, o quadro de servidores desta unidade está habilitado ao atendimento de pessoas portadoras de deficiência auditiva, em razão de curso de Libras promovido pelo MPF.

Ainda este ano, destacam-se as operações policiais realizadas em conjunto com a Polícia Federal em Vitória da Conquista denominadas “Operação Hollerich”, “Operação Lammer”, “Operação Ampulheta” e “Operação Reprovados”.

Confira a íntegra do Relatório Anual de Atividades e Produtividade do Ministério Público Federal em Vitória da Conquista/BA.