Na Bahia, Incra amplia acervo sobre projetos básicos de abastecimento de água

Objetivo final é facilitar a chegada de água tratada a áreas de reforma agrária
Proposta final é baixar custos na implantação de sistemas de fornecimento de água aos assentamentos na Bahia

A Superintendência Regional do Instituto de Colonização e Reforma Agrária na Bahia (Incra-BA) ganhou nova biblioteca com modelos de projetos simplificados de sistema de abastecimento. Esse acervo permitirá levar água potável a assentamentos rurais de maneira mais rápida e econômica.

A assinatura do termo de cessão de direitos de uso da obra intelectual da Companhia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB) ocorreu nesta segunda-feira (22).

A iniciativa integra convênio firmado em 2015 com a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), no valor de R$ 32 milhões. A parceria tem por objetivo levar água potável a 39 áreas de reforma agrária, situadas em 32 municípios, o que beneficiará 4,1 mil famílias de trabalhadores rurais.

De acordo com o superintendente do Incra-BA, Gugé Fernandes, a biblioteca ajudará a baratear os processos licitatórios para implantação de sistemas de abastecimento de água. “Estamos recebendo o acervo da CERB e o usaremos em outros projetos de implantação de sistemas de abastecimento. Essa cessão facilitará a chegada de água tratada em áreas de reforma agrária”, concluiu.

O acervo cedido pela CERB ao Incra é composto por projetos de captação de água, redes de distribuição, adutoras e estações de tratamento. Para o diretor de Saneamento da CERB, Antonio Matos, trata-se de um conjunto de modelos convencionais, adequados para diversas situações geográficas de localidades baianas.

Convênio

Em relação ao andamento do convênio, dos R$ 32 milhões acertados, R$ 5 milhões já foram liberados pelo Incra. “Na primeira etapa vamos levar água potável para 22 localidades”, ressaltou Cássio Peixoto, secretário da SIHS.

Os primeiros assentamentos beneficiados estão situados nos municípios de Oliveira dos Brejinhos, Brotas de Macaúbas, Barra e Sítio do Mato. Ainda compõem a lista assentamentos situados em Paratinga, Bom Jesus da Lapa, Carinhanha, Malhada e Riacho de Santana.