Ensino municipal: SIMMP suspende aulas nesta quinta, 28

Na última semana, os profissionais da educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista se reuniram em assembleia para debater a Campanha Salarial. No encontro, a categoria deliberou a suspensão das aulas na próxima quinta-feira, 28 de abril, indignada com a prefeitura municipal, que ainda não está cumprindo integralmente a lei do piso e ameaça cortar parte do salário dos monitores que aderiram à mobilização nacional em março deste ano. Como protesto, o grupo ocupará a Secretaria Municipal de Educação (SMED), onde realizará uma assembleia extraordinária permanente, reivindicando a garantia dos direitos dos trabalhadores. 

“A Lei Federal nº 11.738/2008, do Piso Nacional do Magistério, assegura que o professor tenha um terço da carga horária de trabalho direcionada para estudo e planejamento, através da Atividade Complementar (AC). Entretanto, oito anos após a lei ter sido sancionada, a prefeitura de Vitória da Conquista continua descumprindo a legislação”, reclamou a presidente do SIMMP, Lourdes Mendes.

Ainda na assembleia, ficou decidido que todos os professores da rede realizarão a Atividade Complementar nas unidades de ensino, semanalmente, iniciando na próxima sexta-feira, 29, como forma de reivindicar o cumprimento da lei.

Outra situação absurda, que também motivou a paralisação das atividades escolares, foi a ameaça de corte no salário dos monitores que atenderam a convocação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), nos dias 15, 16 e 17 de março, aderindo à Greve Geral da Educação. “É inadmissível que os trabalhadores sejam privados de reivindicar seus direitos. Não aceitamos esse corte imposto aos monitores, um grupo que já é tão mal remunerado e desvalorizado pela PMVC”, afirmou a Diretora de Imprensa, Ariane Brandão.

“Nesses 28 anos de trabalho e luta sindical, foi a primeira vez que um governo municipal agiu de forma tão opressora, punindo trabalhador que participa de mobilização. Isso é ditadura”, reforçou a presidente.

É importante salientar que a CNTE está realizando uma semana inteira de mobilizações em prol da educação, com manifestações públicas na quarta-feira (27), em todo o Brasil. Na rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, a atividade foi transferida para a quinta-feira (28), em virtude da eleição do colegiado escolar.

“Nós contamos com a participação de todos os Profissionais da Educação nesse movimento. Precisamos pressionar o governo para que tenhamos os nossos direitos atendidos. Não conseguiremos nenhum benefício se não for por esse meio. Então, avancemos na luta”, finalizou Lourdes Mendes.

Para mais informações, ligue para 98825-4683.