Professores ensinam maneiras de estudar para Enem

Após a fase de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) os estudantes das escolas estaduais redobram a atenção nas aulas e orientações dos professores, que, além de abordar os conteúdos em sala de aula, dão orientações de os alunos também podem estudar em casa. Algumas das dicas foram passadas a turmas do Colégio Estadual Kleber Pacheco, no bairro de Pernambués, em Salvador. Uma delas, refazerem questões de provas das edições anteriores do Enem e acessar as vídeoaulas e os mais de 3,7 mil conteúdos digitais disponíveis no Portal da Educação.

“Agora, com a inscrição feita, os alunos estão ainda mais preocupados em absorver o conteúdo que será exigido na prova. Para contribuir com o aprendizado deles, estamos fazendo simulados, aulas extras em turnos opostos, ministrando, em sala de aula, as provas das edições passadas do Exame e as provas das unidades são multidisciplinares, para que eles se familiarizem com o tipo de questões exigidas pelo Enem”, disse o diretor da escola, Ivanildo Borges.

Os professores dizem que é preciso ter uma dedicação diária. “A cada unidade, resolvemos questões voltadas à nossa área do conhecimento e as dúvidas são tiradas instantaneamente. Digo sempre a eles que a dica é praticar os exercícios diariamente para que o conteúdo seja bem internalizado”, afirmou a professora de Matemática,Tatiana do Espírito Santos.

A professora Renata Portella, de Biologia, considera importante, na sua área, fazer em cada aula o resumo das aulas anteriores. “Costumo escrever no quadro os principais pontos explicados e peço-lhes que estudem, em casa, os assuntos a partir daquela orientação. Além disso, busco questões de provas do Enem e de vestibulares, para que ganhem experiência e conhecimento. Falo sempre que é importante irem além do livro didático, buscando na web ou em outras publicações os assuntos que estão sendo estudados”.

Beatriz Vieira, 17 anos, pretende se tornar uma arquiteta e salientou que tem aprofundado os estudos para poder alcançar o seu sonho profissional. “Tenho estudado muito pelo site ‘Hora do Enem’ e por apostilas de anos anteriores voltadas ao Exame. Como gosto de todos os conteúdos, especialmente Exatas, tem sido uma maratona gratificante. Tenho muita fé de que irei atingir uma boa nota para ingressar no ensino superior”.

A colega Railane Barbosa, 17, que pretende cursar uma faculdade de Direito ou Economia, ressaltou que também tem acatado as dicas dos professores. “Gostyo de estudar pela ‘Hora do Enem’ e resolver as questões das provas dos anos anteriores, como nossos professores nos orientam”.

Plataformas digitais para a preparação para o Enem 

Ambiente Educacional Web – É um espaço pedagógico multidisciplinar do Portal da Educação, que reúne mais de 3,7 mil conteúdos digitais educacionais produzidos ou catalogadas por educadores da Rede Anísio Teixeira. Criado para que estudantes e professores possam acessar, compartilhar e construir conhecimentos por meio das novas tecnologias, a plataforma conta também com sites temáticos, com a Rede Social Espaço Aberto e o Blog do Professor Web.

De olho no Enem – No Portal da Educação, os estudantes podem assistir as videoaulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec). As videoaulas são ministradas por professores da rede estadual de todas as áreas do conhecimento.

Hora do Enem – Também no Portal da Educação encontra-se links para a página Hora do Enem, programa de estudos do Ministério da Educação (MEC), com diversos recursos interativos para melhorar o aprendizado de quem pretende fazer o exame. O estudante informa o curso que quer fazer na faculdade e, em seguida, responde a algumas questões e recebe um plano de estudo individualizado para começar a preparação para o Enem. São 1,2 mil aulas e cerca de três mil exercícios disponíveis.