Estudantes disputam Jogos Estudantis

Mais de 150 mil estudantes das redes estadual e municipal devem participar das seletivas regionais dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp), que seguem até o dia 20 de setembro. A ação, realizada pela Secretaria da Educação do Estado, busca fortalecer a cultura corporal e as práticas esportivas no currículo da Educação Básica. Ao longo do ano letivo, os estudantes participam em competições e no final do ano, durante o Encontro Estudantil, acontecem as finais.

Atletismo, basquete, futsal, handebol, vôlei, xadrez e judô são algumas das modalidades disputadas. As etapas regionais dos jogos são organizadas em todos os Núcleos Regionais de Educação (NRE), integrando os estudantes que foram classificados na Etapa Polos Municipais. “A prática do esporte escolar é muito importante para os estudantes porque, além de estimular a socialização entre eles e contribuir para a melhora do comportamento dentro e fora da sala de aula, ajuda a aumentar a irrigação do sangue no cérebro, auxiliando no seu processo de ensino e aprendizagem”, explica o coordenador de Educação Física e Esporte Escolar da Secretaria da Educação do Estado, José Fernandes Lima.

Este ano, o calendário do Jerp foi unificado com o dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), projeto nacional do Ministério da Educação (MEC). “Com isso, os alunos da rede estadual irão disputar a etapa nacional do JEJ, juntamente com os alunos da rede particular, no segundo semestre”, ressalta José Fernandes. Por conta da unificação dos calendários esportivos para os estudantes, o 1º Encontro de Articuladores do Jerp 2016 foi realizado no último mês de março, em Salvador, com a participação de representantes dos 27 NRE.

A última etapa do Jerp será a Estadual, que irá ocorrer de 7 a 9 de outubro. “Os vencedores dessa fase, que será realizada junto aos Jogos Escolares da Juventude, serão credenciados para representar a Bahia na Etapa Nacional do JEJ, em João Pessoa, de 10 a 30 de setembro, para a faixa etária de 12 a 14 anos, e 10 a 24 de novembro, de 15 a 17 anos”, destaca José Fernandes.