CAPS II comemora 14 anos com homenagens

“Antes eu vivia isolada e me sentia totalmente excluída, mas depois dos  serviços do CAPS melhorei muito. Agradeço aos profissionais que dedicam tempo para cuidar da gente”. Assim a dona de casa Vitória Núbia Nascimento descreveu as mudanças em sua vida após conhecer os serviços oferecidos pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps II).

Vitória e outras dezenas de usuários e familiares participaram, nessa quarta-feira, 14, das atividades em comemoração aos 14 anos do serviço. Implantado em Vitória da Conquista pela Prefeitura Municipal para atender a Política Nacional de Reforma Psiquiátrica, o CAPS II já atendeu mais de 1.500 pessoas.

Este ano, o aniversário do serviço foi marcado pelo tributo ao artista plástico Romeu Ferreira, que faz parte da primeira equipe do serviço. “Estou deixando o CAPS II e fico emocionado com esta homenagem”, disse Romeu, que atuou nas oficinas de arteterapia.

Além de apresentações dos familiares de usuários, a programação de aniversário contou com a exibição de vídeos com depoimentos de pessoas que fazem parte do CAPS II. Para o Técnico Agrícola, José Torquato, que é atendido pelo serviço desde a sua criação, a homenagem é mais do que merecida. “Romeu é um ícone na luta contra o preconceito e discriminação que nós, usuários do CAPS II, sofremos”.

 Já o poeta Marcos Antônio Silva, declarou sua alegria em fazer parte da “família CAPS”, como ele mesmo define o serviço: “As oficinas e atividades oferecidas nos ajudam a superar muitas coisas no dia a dia e melhoram muito as nossas condições de vida”.

 O coordenador do CAPS II, Átila Pates,  avalia todo o trabalho desenvolvido pelo CAPS nos últimos 14 anos de modo positivo.  “Atualmente atendemos 400 pessoas e nesses últimos anos o serviço vem contribuindo para o bem estar social e melhoria na qualidade de vida das pessoas que tem algum tipo de sofrimento mental”.