Curso capacita agentes de proteção à criança e ao adolescente

 
A ação integra estratégia institucional voltada para a valorização da função do agente, no papel de proteção e acolhimento à criança e ao adolescente

Agentes concursados e voluntários de proteção à criança e ao adolescente, das comarcas da capital e do interior, e juízes das Varas da Infância e Juventude do estado estão convidados a participar de curso de capacitação promovido pelas Corregedorias Geral da Justiça e das Comarcas do Interior (CGJ/CCI).

A capacitação, que acontece no dia 7 de outubro, conta com a parceria da Universidade Corporativa (Unicorp) do Tribunal de Justiça da Bahia. A ação integra uma estratégia institucional voltada para o resgate e valorização da função do agente, no seu papel de proteção e acolhimento à criança e ao adolescente.

O conteúdo a ser trabalhado visa a atualização e instrumentalização dos profissionais para cumprir com maior eficiência as suas rotinas de trabalho. Serão apresentados, de forma prática e contextualizada, procedimentos normativos e sua aplicabilidade na prestação do serviço.

A capacitação, com carga horária de oito horas, acontece no auditório do prédio-sede do TJBA, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30.

Entre os expositores, estão magistrados e especialistas que atuam na área de proteção à criança e adolescente. A juíza corregedora Liz Rezende de Andrade responde pela coordenação científica do evento.

As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira (13) e seguem até o dia 27 de setembro, pelo Sistema de Gestão e Educação Corporativa (Siec), com acesso por meio do site da Unicorp (www5.tjba.jus.br/unicorp/).

Clique aqui e acesse o Siec

Os agentes concursados e magistrados precisam acessar o Siec com o número de cadastro e solicitar a inscrição. Os agentes voluntários devem preencher a ficha de inscrição e enviar para o e-mail unicorp@tjba.jus.br.

Clique aqui e acesse a ficha de inscrição

A Unicorp vai publicar, após o término do prazo das inscrições, a lista de inscrições deferidas.

O agente de proteção é fundamental para a eficácia do sistema de garantias da criança e o adolescente. Por meio do agente, o juízo da infância e juventude se faz presente de forma ampla, para impedir e/ou reprimir ameaças ou violações de direitos de crianças e adolescentes.

Mais informações: (71) 3312 – 0052 / 3321-0741 // unicorp@tjba.jus.br