Grande adesão no 1º dia de greve dos bancários

Os bancários de Vitória da Conquista e Região deram início à greve por tempo indeterminado nesta terça-feira, dia 06. A paralisação é nacional e foi deflagrada após a rejeição da proposta de reajuste salarial de 6,5%, feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Nas 45 cidades pertencentes à base territorial do SEEB/VCR, cerca de 1.141 bancários atendem um público estimado de mais de 2 milhões de pessoas em 92 agências. Neste primeiro dia de greve, quase 80% das agências tiveram suas atividades paralisadas.

O índice proposto pela Fenaban não cobre ao menos a inflação do período, projetada em 9,57% para agosto deste ano, representando uma perda de 2,8% para o bolso de cada bancário. Somente no primeiro semestre de 2016, os cinco principais bancos – Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil – lucraram juntos R$ 29,7 bilhões.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, Paulo Barrocas, é importante que toda a categoria esteja mobilizada, pois, só assim as reivindicações podem ser atendidas pelos banqueiros. “A greve é nossa maior arma diante do descaso dos bancos em relação à nossa pauta. Precisamos muito da compreensão e do apoio de toda a população neste momento de luta, pois estamos em busca de melhorias não só para nós, bancários, mas, para toda a sociedade”, salienta.