Bancários fazem manifestação no BB nesta sexta-feira, 25


 Os bancários realizarão nesta sexta-feira, dia 25, uma manifestação contra o fechamento das agências e redução de cargos anunciados pelo Banco do Brasil em todo o país.

O BB vai fechar agências, reduzir cargos e efetuar transferências de funcionários. Essa medida arbitrária tem causado espanto em toda a população, que acompanhou o crescimento da lucratividade do BB nos últimos anos. Somente em 2015, foram R$ 14,4 bilhões de lucro (registrando um aumento de 28% em relação ao ano anterior), resultado do trabalho diário dos bancários.

A agência Régis Pacheco será fechada em Vitória da Conquista. O lado oeste da cidade, que não conta com nenhuma agência do BB, ficará desassistido, e aproximadamente nove mil clientes e 12 mil usuários terão que se deslocar para o centro. Cerca de 20 bancários serão realocados para outras agências, correndo o risco de terem seus salários drasticamente reduzidos com as perdas de funções e cargos comissionados.

Além disso, os trabalhadores que fazem o apoio das agências, como estagiários, vigilantes, telefonistas e auxiliares de Serviços Gerais correm o risco de não serem absorvidos por outras unidades e perderem seus empregos.

Para a população, que paga altos juros e tarifas, o resultado é claro: mais filas, aumento no tempo de espera e mais dificuldade para conseguir atendimento. A economia também será prejudicada, pois o fechamento de uma agência influencia diretamente o comércio local.

O corte de funcionários precariza as condições de trabalho. O banco informou que 18 mil funcionários serão dispensados através do Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (PEAI). Com menos trabalhadores, aumentarão as cobranças para o cumprimento das metas, a sobrecarga de trabalho e, por consequência, os casos de adoecimento físico e mental.

Diante disso, os bancários se manifestarão a partir das 9h, na agência Régis Pacheco, em Vitória da Conquista.