Ministério Público denuncia Lenildo e Monalisa

Prefeito e Ex-prefeita de Ibicaraí denunciados por sonegação de tributos

 Lenildo Alves Santana e  Monalisa Gonçalves Tavares sonegaram mais de R$ 618 mil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou Lenildo Alves Santana e Monalisa Gonçalves Tavares, prefeito e ex-prefeita de Ibicaraí, respectivamente, por sonegação de tributos. Os dois prestaram declarações falsas para a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) com o objetivo de reduzir tributos devidos para a União em 2007 e 2008, na gestão de Monalisa Gonçalves, e em 2009, durante a gestão de Lenildo Alves.

O município de Ibicaraí foi selecionado para verificar a precisão da apuração e recolhimento do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) pelos órgãos públicos municipais e estaduais. Os acusados omitiram propositalmente os valores referentes ao Pasep na declaração, resultando na sonegação de mais de R$ 618 mil. Por solicitação do MPF, a Receita Federal separou o valor do prejuízo cometido por cada denunciado.

Os recolhimentos apresentaram-se insuficientes em relação aos valores de receita registrados na contabilidade apresentada ao Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia  (TCM/BA) e a Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

A denúncia aguarda recebimento pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Denúncia nº 762/2016/JAPS
Número do processo: IP n.º 0020419-17.2016.4.01.0000/BA (IPL n.º 0093/2015)