Câmara recebe reivindicações da população do Iguá

 

ASCOM CÂMARA

Durante a sessão itinerante da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), realizada no distrito de Iguá nessa quarta-feira, 26, moradores, lideranças e representante da localidade usaram a Tribuna Livre para fazer reivindicações e apresentar demandas. As sessões itinerantes são uma forma de promover a participação da população que reside na zona rural do município nas discussões do Legislativo através da ampliação dos debates sobre assuntos de interesse da comunidade. Até o mês de novembro, sete localidades da zona rural receberão sessões itinerantes.

Isis Suene de Oliveira

A diretora da Escola Municipal Erathostenes Menezes, Isis Suene de Oliveira, destacou a disponibilidade do Legislativo Municipal em realizar essa interação com a população da zona rural. Ela apresentou demandas do distrito de Iguá, destacando a construção do muro da escola a qual dirige, o término da construção da quadra poliesportiva de Iguá e de um refeitório para a unidade escolar. Segundo a diretora, a construção de um muro auxiliará muito a evitar o assédio por parte de traficantes de drogas aos estudantes da escola, como já vem ocorrendo desde o ano de 2016.

Jeane Amaral

Representando Pastoral Familiar, Jeane Amaral repassou aos vereadores as necessidades mais urgentes de Iguá e região. Entre as reivindicações estão a criação de um espaço para cursos profissionalizantes, apoio para a realização da festa junina do distrito, reforma das praças, construção do muro do colégio Erathosthenes Menezes e a continuação da quadra esportiva, iluminação nos arredores do colégio, pavimentação asfáltica entre a estrada que liga Iguá ao Pé de Galinha, pavimentação de vias públicas como a rua Gerônimo Amaral e rua do Açude, quebra-molas nas ruas Campos Meira e Castro Alves, acrescentando sinalização próximo a creche da região, coleta de lixo na rua Tesoureiro, rede de água, melhoria da rede elétrica e posto de saúde para Lagoa do Boi, Correio e Posto Policial e limpeza da lagoa. Jeane espera dos vereadores bom senso e vontade política. “Já estamos cansados de palavras bonitas e promessas, queremos mais ação”, pediu.

Iago Mendonça

A liderança comunitária, Iago Mendonça, afirmou que o Iguá está abandonado há anos. “São inúmeros os problemas que temos para que sejam solucionados”, disse. Mendonça destacou dois problemas como os principais: a falta de um muro na escola Erathosthenes Menezes e a não conclusão da obra de uma quadra poliesportiva. Segundo a liderança, o muro “tornou-se para os senhores vereadores símbolo de campanha política”, uma promessa não cumprida. “Constantemente, presenciamos pessoas traficando drogas em frente à escola para nossos alunos. Muitos já invadiram a escola para traficar e induzir nossas crianças e adolescentes para o caminho do vício”, denunciou. Iago explicou que a escola atende cerca de 600 alunos e apesar de a equipe pedagógica tentar barrar o avanço do tráfico, mas a estrutura física não oferece segurança para os alunos. Em sua fala, ainda frisou a não finalização da quadra poliesportiva, iniciada há anos. Além da falta de espaço para o esporte e lazer, a obra inacabada vem oferecendo perigo a estudantes. “O único espaço que eles tinham para brincar no momento do intervalo se transformou em u espaço de ferros contorcidos”, detalhou. Iago Mendonça pediu urgência na resolução dos problemas apresentados.

Derinaldo Brito

Derinaldo Brito pediu que a estrada que liga Iguá à sede do município receba pavimentação asfáltica, pois a população local enfrenta uma série de dificuldades devido a má qualidade que a estrada fia a cada chuva. “Nem os táxis estão querendo vir ao Iguá por conta da estrada”, contou Brito, que apontou que a intervenção da Prefeitura Municipal foi equivocada pois utilizou terra, que virou lama no período de chuva. Derinaldo pediu apoio para a realização dos festejos de São João de Iguá. “Aqui no período de São João passam de oito a dez mil pessoas por noite”, quantificou o cidadão destacando a necessidade de apoio para a festa, que de acordo com ele atende a toda a região.

José Pereira

José Pereira, liderança do distrito ligado a área da saúde, afirmou que durantes os últimos anos poucas demandas de Iguá foram atendidas. José acredita que este fato deve-se pelo fato da comunidade não ter vereadores que os representam, no entanto afirma que “eles foram eleitos para representar toda o município de Vitória da Conquista”. Aproveitando a oportunidade, foi solicitado pavimentação asfáltica para o distrito e a construção do posto de saúde para o povoado de Juazeiro. “ A sessão itinerante serve para isso, para vocês, vereadores, verem a realidade da nossa região”, concluiu.

Arnaldo Rocha

O professor Arnaldo Rocha afirmou que o Iguá é um dos distritos mais esquecidos pela gestão municipal. Em sua fala, cobrou a instalação de um posto policial na localidade. Ele ressaltou que a Ronda Rural, serviço da Polícia Militar, melhorou a segurança na zona rural, mas é preciso investir em ações mais efetivas. O professor ainda pediu que cada distrito seja contemplado com uma ambulância mais equipe, espaços verdes e equipamentos esportivos. Ele também engrossou o caldo de críticas à não conclusão da obra da quadra poliesportiva, um prejuízo para a população. Rocha cobrou o asfaltamento do trecho de seis quilômetros que liga a Rio Bahia ao distrito.

Nelson Araújo

Nelson Araújo, morador do distrito, destacou que a Câmara já visitou o distrito de Iguá várias vezes através da realização de sessões itinerantes. Ele aproveitou a oportunidade para cobrar a construção do muro da Escola Municipal Erathosthenes Menezes e também a instalação de uma antena de telefonia celular, para que a população possa ter acesso a esse serviço. Ele solicitou ainda a adequação do aceso ao posto de saúde da família do distrito às exigências de acessibilidade da pessoa com deficiência.