Noite de apresentações musicais no conservatório

A aula magna realizada no Conservatório Municipal de Música de Vitória da Conquista, marcou o início das atividades do segundo semestre com apresentações musicais de convidados, professores e alunos. Entre as apresentações, esteve presente os cantores e compositores Dirlei Bonfim, Papalo Monteiro, Dorinho Chaves e Carlos Moreno, os professores Daniel Nepomuceno, Bruno Barbosa e Vinícius Silveira, além de alunos, como Gleicia Lisboa e Rafael Cardoso, ambos matriculados há um ano no Conservatório.

Gleicia, estudante de violão popular, apresentou duas canções: “Crer-Sendo”, do cantor e compositor Castello Branco, e uma composição de sua própria autoria, chamada “Alegria”. “Aqui, eu tenho a oportunidade de mostrar o que eu aprendi no Conservatório, com os professores, divulgando a minha música e mostrando ao pessoal que a música é tudo”, disse a jovem compositora.

Rafael Cardoso estuda violão clássico no Conservatório. Na aula magna, munido de uma gaita de boca, apresentou um número de blues. “É para mostrar o meu interesse pela música”, disse, antes de afirmar que, para ele, a música é “uma combinação de sons e sentimentos”.

Coral infanto-juvenil – Na mesma quarta-feira, antes da aula magna, houve testes seletivos para selecionar os novos integrantes do coral infanto-juvenil do Conservatório. Serão selecionados 60 candidatos com idades entre 8 e 14 anos, que devem começar suas atividades já na próxima semana, com aulas simultâneas de canto e flauta em conjunto.

“Eles têm uma hora de aula de canto coral e meia hora de flauta em conjunto, porque ajuda na respiração. Eles respiram com mais tranquilidade e conseguem cantar com mais facilidade. É uma técnica que a gente utiliza”, explica a coordenadora do Conservatório, Arlaine Bomfim.

Ensaios de palco – Durante a aula magna, também se anunciou a continuidade do projeto Ensaios de Palco, que acontece às quartas-feiras. Trata-se de estimular os alunos mais avançados a se apresentarem para os próprios colegas, num palco montado no próprio Conservatório. “A gente prepara os alunos desde conhecer como subir num palco, como utilizar um microfone, como ouvir a voz deles num microfone, para ele saber fazer uma produção. Quando ele sair daqui, é para sair pronto para montar o seu próprio espetáculo”, informa Arlaine.

O órgão – O Conservatório conta hoje com 460 alunos matriculados, oferecendo cursos gratuitos de teclado, piano, violão clássico e popular, flauta, saxofone, teoria musical e canto coral. Os testes seletivos acontecem duas vezes no ano: em janeiro e fevereiro; e em junho e julho. É o único conservatório da Bahia a oferecer esse tipo de conteúdo sem custo algum para os alunos.

Desde o ano passado, o órgão funciona no Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura (avenida Brumado, ao lado do Mercado Municipal do Bairro Brasil). Para mais informações, o telefone para contato é (77) 3422-8144. A partir de agora, o Conservatório conta também com um blog. Quem deseja acompanhar informações referentes às suas atividades, basta acessar: http://conservatoriomunicipaldemusicavca.blogspot.com.br/Texto e foto: PMVC