DENUNCIA – Faltam medicamentos para Hepatite C no Brasil


No dia 27 de julho, por ocasião do Dia Mundial das Hepatites, o ministro da saúde, Dr. Ricardo Barros, anunciou a compra de 25.000 tratamentos para dar continuidade ao programa de tratamento da hepatite C no Brasil e assim cumprir o prometido de tratar 35.000 pacientes a cada ano, como foi realizado em 2016.

Nesse momento o estoque no ministério da saúde já estava no fim e para evitar desabastecimento a compra já deveria ter sido realizada em maio ou mais tardar em junho, mas assim mesmo foi um alivio o ministro anunciar em julho que a compra estava sendo realizada.

Porém, estamos já na segunda quinzena de agosto e até agora sequer foram assinados os contratos com os fabricantes, pior ainda, não existem mais medicamentos para entregar aos infectados e a fila de espera já chega a aproximadamente 5.000 pacientes.

Fica então a dúvida, ou o ministro da saúde enganou a população na entrevista com a imprensa ou o ministro está sendo enganado pelos subordinados que são responsáveis pela administração e compra dos medicamentos.

O que você acha que está acontecendo? Queremos saber a sua opinião e interpretação dos fatos.

Estamos convidando você a participar anonimamente de uma pesquisa respondendo somente duas perguntas. Opine para sabermos se a culpa é do ministro ou são os subordinados que enganam o ministro?

Para participar, entre em https://pt.surveymonkey.com/r/X2J5P2L e responda a única pergunta da pesquisa.