Piso salarial dos professores tem reajuste de 6,81% Remuneração

Ministério da Educação definiu novo valor mínimo, que começa a valer em janeiro do ano que vem

Ganho real supera inflação esperada para 2017 em 3,9%

O reajuste de 6,81% no piso salarial de professores no ano que vem vai valorizar a categoria. A medida foi publicada pelo Ministério da Educação nesta quinta-feira (28). O ganho real para o magistério será de 3,9%, já que supera a inflação esperada de 2,8% para este ano.

 

Dessa maneira, o piso vai a R$ 2.455,35 para aqueles que cumprem 40 horas de trabalho. Esse é o segundo aumento consecutivo que fica acima da inflação. Em dois anos, os salários subiram R$ 124,96.

 

A Lei do Piso exige que o reajuste da categoria seja estabelecido anualmente em janeiro. O Plano Nacional de Educação descreve ainda como uma de suas metas que o piso salarial dos professores seja equivalente ao de outras profissões até 2020.

 

O valor divulgado vale para os professores da rede pública de todo o País em início de carreira e que atuem na educação básica. A base de cálculo desde 2009 segue a evolução do valor aluno-ano.

 

Esses valores partem da quantia que o Ministério da Educação destina a cada estudante de acordo com o orçamento disponibilizado pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).