PMBA realiza operação ‘Réveillon em Paz’  com mais de 5.600 policiais

Foto Divulgação

 

Festejar a chegada de 2018. Virar o ano com alegria, muita diversão e segurança. Uma operação especial montada pela Polícia Militar da Bahia (PMBA) pretende, justamente, resguardar baianos e turistas durante as festas da passagem para 2018.

 

Chamada de ‘Réveillon em Paz’, a ação até segunda-feira (1º), na capital e no interior do estado, mobilizando 5.603 policiais. 

 

Em Salvador, a atuação será concentrada nos bairros do Campo Grande, Cajazeiras, São Tomé de Paripe (Subúrbio Ferroviário), Piatã, Federação, Comércio, Boa Viagem e em toda a Orla soteropolitana, com destaque para a Boca do Rio, que sedia um grande evento, no decorrer dos cinco dias, com previsão de público superior a dois milhões de pessoas.
Foto: Blog do Patrício Nunes

De acordo com o porta-voz da PMBA, o capitão Bruno Ramos, “essa operação vai acontecer nos moldes da que é executada no Carnaval da Bahia, a ‘Folia em Paz’, envolvendo abordagens preventivas no entorno dos locais de festa e aglomeração de público, nos terminais rodoviários e nas estações do metrô, nos corredores de tráfego, coletivos e veículos”.

A iniciativa envolve policiamento em dupla; revista para evitar entrada de armas e objetos perfurocortantes, a exemplo de garrafas de vidro e lâminas; dez postos elevados, nos quais ficarão patrulhas compostas por cinco homens, em média; uma plataforma móvel de observação elevada; cães farejadores; e detectores de metais. A autônoma Maria José está satisfeita e enfatiza que “quanto mais segurança, melhor”.

Foto: Robson Mendes / AGECOM

“A tecnologia estará presente, a favor da segurança, e a Polícia Militar lançará mão do monitoramento com drones e com câmeras espalhadas pelos locais da festa, controladas pelo Centro de Operações e Inteligência, situado no Centro Administrativo da Bahia [CAB]”, informa o capitão. As outras corporações integradas à Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) – Bombeiros, polícias Civil e Técnica – completam o esquema, dispondo, inclusive, de celas para pessoas que forem custodiadas.

O interior vai receber um efetivo com 1.727 homens, direcionados para as regiões Metropolitana, Leste, Norte, Oeste, Chapada, Sudoeste e Sul. Esta última lidera no número de policiais atuantes, com quase 800 homens presentes para a realização do policiamento.