Prefeitura inicia experiência com terceirização de ambulâncias

Prefeito Herzem Gusmão assina contratação emergencial de duas ambulâncias

 

Em mais uma ação para ampliar o atendimento pré-hospitalar de Vitória da Conquista, o prefeito Herzem Gusmão assinou nesta terça-feira, 2, um contrato emergencial que permite a adição de duas ambulâncias terceirizadas à atual frota conquistense. O contrato está publicado no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 3, e simboliza o início da experiência do município com a terceirização de ambulâncias, que vem encontrando êxito nas cidades em que foi implantada, a exemplo de Belo Horizonte e Recife.

Segundo o documento, a empresa deverá fornecer apenas o serviço do veículo e do motorista. O prefeito ressalta que a equipe de médicos e paramédicos não será, em hipótese alguma, terceirizada: “durante o ano passado, a Secretaria de Saúde fez um grande investimento para contornar o problema gravíssimo da quebra constante de ambulâncias. Assim, o contrato emergencial busca analisar o custo-benefício de se terceirizar as ambulâncias, e não os profissionais. Os profissionais continuarão a ser aqueles da excelente equipe do SAMU 192”.

 

Novas ambulâncias – As duas ambulâncias terceirizadas somam-se a outros esforços da Secretaria de Saúde para ampliar a cobertura emergencial do Município. No início de 2017, boa parte das ambulâncias do Samu 192 encontrava-se sucateada no pátio da Deserg (Central de Equipamentos), sem condições de uso. Ainda no ano passado, a Secretaria de Saúde se esforçou para recuperar unidades da frota e adquirir, com recursos próprios, dois novos veículos.

Com as aquisições da Secretaria de Saúde, foi possível atender à grande demanda dos distritos de Inhobim e José Gonçalves sem que houvesse deslocamento das demais ambulâncias do serviço. Além disso, o Hospital Esaú Matos adquiriu, com recursos próprios, uma ambulância para atender ainda melhor os pacientes.

Agora, com as duas novas ambulâncias terceirizadas, outras demandas poderão ser supridas: uma das ambulâncias, por exemplo, deverá ser colocada à disposição para viagens mais longas, até Salvador.