SecultBA abre nova convocatória para ocupação de pautas nos Espaços Culturais

 

 

Entre os dias 29 de junho e 12 de julho, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) recebe inscrições para a 4ª chamada pública da convocatória de Ocupação de pautas artístico-culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço, uma seleção que busca impulsionar a difusão, democratizar o acesso, dinamizar os espaços e contribuir para o cumprimento dos objetivos das políticas culturais na dimensão territorial da cultura.

 

O resultado pode ser conferido após 20 dias do término das inscrições. Podem participar desta chamada propostas apresentadas por pessoas físicas ou jurídicas de natureza cultural, que intencionem ocupar as salas principais, anfiteatros, foyers/galerias, áreas externas e salas multiuso de espaços culturais em diversos municípios da Bahia.

 

Por meio de comissões individuais para cada equipamento, serão montadas agendas para o período de 1º de setembro a 14 de dezembro de 2018. Conforme orientações e documentos disponíveis no site da SecultBA, o interessado pode se inscrever em três linhas de ação que ampliam a dinâmica de acesso às pautas dos espaços culturais. A linha referente à “Dinamização Estratégica” garante isenção em alguns espaços culturais e dependências. Em “Meses Temáticos”, o proponente pode obter gratuidade caso sua proposta se adéque ao tema referente ao mês pleiteado. E a linha de “Apoio Institucional” concede desconto de 50% sobre os valores de pauta – ou percentual de bilheteria – para propostas referentes à sala principal e às salas multiuso que façam cobrança de ingressos.

 

Em Salvador, são os seguintes espaços: Casa da Música, Centro Cultural Plataforma, Cine-Teatro Solar Boa Vista, Espaço Cultural Alagados e Espaço Xisto Bahia. Em outras cidades da Bahia, participam: Casa de Cultura de Mutuípe, Centro de Cultura ACM (Jequié), Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), Centro de Cultura de Alagoinhas, Centro de Cultura de Porto Seguro, Centro de Cultura João Gilberto (Juazeiro), Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), Cine-Teatro Lauro de Freitas, Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima (Vitória da Conquista) e Teatro Dona Canô (Santo Amaro).

 

A avaliação se dará com base no mérito artístico e relevância da proposta artístico-cultural; na viabilidade de execução da proposta; na experiência e qualificação dos profissionais e artistas envolvidos; e na consonância com as políticas culturais.