Cursos e capacitações do Sebrae melhoram qualidade de vida do produtor rural

Por Analice Vieira

O acesso a informações adquiridas pelos produtores rurais tem elevado a produção

 


A produção não estava agradando o pequeno produtor rural Fidelis Fernandes, quando ele decidiu participar das capacitações oferecidas pelo Sebrae em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Entre elas, estavam consultorias para adequação do manejo reprodutivo com Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), Fertilização In Vitro (FIV) e Seminário de Palma. Desde então, o produtor tem se qualificado, aplicado o conhecimento das tecnologias em sua propriedade localizada entre os municípios de Vitória da Conquista e Barra do Choça, e visto no dia a dia o bom resultado na produção.

“Eu vivo da produção da minha pequena propriedade de 12 hectares, distribuídos em pastagens e plantação de palma. A área era de plantação de café, e passou a ser de pastagem, para a pecuária de leite”, explica Fidelis. O produtor começou ver o bom resultado após participar do Programa Pró-Senar Leite. “Antes da capacitação, a produção era de 4 litros de leite por animal, hoje a média é de 15 litros, melhorando o sistema de alimentação do animal”.

O produtor participou, ainda, da consultoria da adequação do manejo reprodutivo com Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) há três anos e revela que já possui animais fruto da inseminação. “Já tem vaca indo pra segunda cria”. A tecnologia de melhoramento genético do rebanho por meio da transferência de embriões, através da Fertilização in Vitro (FIV) foi introduzida na propriedade no ano passado e já houve o nascimento de um bezerro. “É um resultado satisfatório. Por isso, esse ano já fizemos de seis vacas”.

Os cursos sobre a tecnologia do cultivo intensivo e manejo da palma vieram para melhorar ainda mais a qualidade de vida do produtor e dos animais da sua propriedade. “Antes, a gente plantava palma no escalonamento que todo mundo plantava. Hoje, já fazemos tudo adubado, com o espaçamento adensado. Produzimos tantas, que já estou vendendo muda de palma, além das que utilizo para alimentar meus animais, o que tem me ajudado bastante. Temos150 mil mudas de palmas plantadas, fruto do aprendizado que tivemos”, finaliza.

Agência Sebrae de Notícias Bahia