Clínica Municipal de Reabilitação realizou mais de 43 mil procedimentos em um ano

 

A Clínica Municipal de Reabilitação Dr. Sebastião Castro está completando um ano de atendimento. Figurando como uma das primeiras grandes realizações da gestão municipal no âmbito da saúde, a Clínica contribuiu significativamente para mudar as vidas de pacientes que, muitas vezes, precisavam viajar para Salvador, por exemplo, em busca de tratamento.

 

A coordenadora da Clínica Municipal de Reabilitação, Bruna Alves, considera que este seja um dos equipamentos mais importantes da rede municipal de atenção, tendo promovido a saúde e a qualidade de vida aos usuários atendidos pelo serviço. Ela celebra com orgulho esse primeiro ano: “Nestes 362 dias de portas abertas alcançamos diversos resultados positivos e, com uma equipe comprometida, conseguimos mudar a realidade de muitos pacientes”.

 

 

A Clínica tem uma equipe de profissionais composta por médicos especializados, enfermeiros e fisioterapeutas capacitados, permitindo um atendimento mais humanizado e de altíssimo nível. As instalações oferecem uma estrutura ampla e muito bem equipada para garantir o conforto e o acolhimento de qualidade aos pacientes. Atendendo inteiramente por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), a Clínica tem serviços de fisioterapia, ortopedia, angiologia e tratamento de feridas. Modernos equipamentos possibilitam a realização de sessões de eletroterapia, diatermia, fisioterapia, e musculação, estes últimos realizados nos equipamentos da academia instalada no local.

 

O secretário municipal de saúde, José Raimundo Fernandes (Juka), deu destaque para a alta resolutividade da clínica o que, para ele, é reflexo da “excelente equipe, com vários profissionais capacitados, treinados, sempre preparados para o atendimento específico e especializado, além do equipamento moderno, muito novo”. Ainda segundo o secretário, a excelência do serviço da clínica tem um ótimo retorno por parte da comunidade: “Sempre que temos encontros nas ações que são realizadas, a população sempre agradece, sempre elogia a Clínica”.

 

 

Cláudio Rodrigues, morador do Alto Maron.

 

Um dos maiores destaques da Clínica é o tratamento de feridas crônicas ou de difícil cicatrização, que já contabiliza mais 130 altas no serviço vascular, inclusive de pacientes com história de ferida crônica que já tinham até 20 anos sem cura. É o caso de Cláudio Rodrigues, morador do Alto Maron, que sofria com uma ferida na perna que, dentro de 8 meses de tratamento na Clínica, está quase completamente curada. Ele comemora: “depois que eu entrei aqui tá uma maravilha. Você passa 20 anos com uma ferida e depois de pouco tempo tratando ela está quase fechando. É um serviço que deve permanecer pra o resto da vida, a avaliação é cem por cento”.

 

Hélio Sampaio de Oliveira

 

Outro paciente que está feliz com os resultados é o morador da Vila Serrana, Sr. Hélio Sampaio de Oliveira. Depois de ter uma lesão na perna e passar um ano e 8 meses utilizando cadeira de rodas, ele procurou o serviço de saúde privado por causa de uma ferida que não se curava. Sem solução, ele procurou a unidade de saúde do seu bairro e foi encaminhado para a Clínica. Em 8 meses de tratamento, ele já está praticamente curado e também avalia positivamente o serviço: “Não tem serviço igual. Plenamente satisfeito, pois em Vitória da Conquista não tem nenhum serviço assim, nenhuma clinica igual”.

 

Foi no setor de curativos que a Clinica Municipal de Reabilitação inovou, oferecendo o tratamento para o chamado “pé diabético” (polineuropatia diabética – PND). Foi com este problema que Paulo César Costa Pereira chegou até o serviço. Ele já havia amputado 4 dedos e, quando estava sendo assistido pelo HGE em Salvador, foi informado que levaria cerca de um ano e meio para cicatrizar, mas a história foi diferente. Agora, completamente curado e já de alta, ele conta: “estava com o risco de perder o pé. Depois que cheguei aqui na Clínica foram só quatro meses de tratamento para cicatrizar. Até a minha família ficou surpresa com a rapidez”. Paulo César ainda fez questão de elogiar o acolhimento que recebeu: “Atendimento muito bom, curativos excelentes, aqui é como se eu estivesse sendo cuidado em casa”.

 

 

Em um ano de serviços, foram mais de 43 mil atendimentos e procedimentos realizado na Clínica Municipal de Reabilitação Dr. Sebastião Castro. Foram reabilitamos mais de 9 mil pacientes neste período. Isso é apenas o começo, pois o trabalho não para. A coordenadora, Bruna Alves, sabe bem disso e afirma: “Juntos, entendemos que ainda faremos muito mais para proporcionar assistência em saúde com qualidade a todos os nossos pacientes”.

 

O Secretário José Raimundo Fernandes (Juka) também parabenizou: “Estão de parabéns a Clínica, o governo, a gestão e todos os profissionais que ali trabalham. Agradecemos esse ano de muito trabalho, mas de muita resolutividade também”. Texto e fotos: Secom PMVC.