Aplicativo desenvolvido na Bahia ajuda no preparo para o Enem

Plataforma criada por estudante baiano ajuda candidatos

Plataforma que já conta com mais de 10 mil downloads, promete ajudar estudantes na preparação para o Exame

Com a iminente chegada do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), os vestibulandos ganharam mais uma ferramenta para ajudar a encarar o tão esperado momento na vida de quem se dedicou a meses de estudo. É que o estudante baiano, Daniel Peixoto, do curso de Ciência da Computação, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), desenvolveu um aplicativo chamado Liceu, que tem como missão facilitar o acesso a conteúdos cobrados no vestibular e, desta forma, contribuir para que os estudantes realizem o sonho de ingressar em uma universidade.

A plataforma reúne questões do Enem com resolução através de vídeos, além de questões rápidas que atuam na fixação do conteúdo em uma área voltada para o compartilhamento de resumos e anotações entre os próprios usuários. O empreendedor conta que o interesse para desenvolver este app surgiu quando, na Campus Party, evento organizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em agosto de 2017, se deparou com a história de um professor que decidiu dar aulas no Youtube.

“Ele falava sobre um índio que toda semana pegava um barco para estudar em um espaço que o governo provia. Aquilo me fez despertar para quantas pessoas dentro do nosso país não têm acesso a uma educação básica de qualidade e, com isso, não conseguem competir por uma vaga na universidade”, explicou Daniel, ressaltando que o Liceu é acima de tudo, uma ferramenta de acessibilidade.

Daniel ainda conta que o maior diferencial do app é despertar engajamento, colocando os estudantes no centro da produção de conteúdo com a possibilidade de interação entre eles. “A maioria dos aplicativos de educação sofre em manter os usuários interessados. No Liceu, nós tratamos este problema através de conteúdos que geram desafios”, disse.

Atualmente, a plataforma já ultrapassou os 10 mil downloads e conta com o apoio de professores e influenciadores digitais para expandir a divulgação. “Com o passar do tempo, queremos tornar do Liceu um lugar mais propício para um estudante conseguir um reforço nos seus estudos ou encontrar um material complementar produzido por um dos professores da nossa base”, comentou. Entre os apoiadores do projeto, estão o Grupo Ergo, que já atua em aplicativos bem-sucedidos como o Quize, que possui mais de 5 milhões de downloads.