Equipe de abordagem social encontra família de idoso desaparecido há 20 anos

Foto: Blog Giorlando Lima. Texto Secom PMVC

Filhos informaram que o pai havia desaparecido há 20 anos e era dado como morto.

José Brito, de 82 anos, nasceu em Gararu- Sergipe e há 15 dias, está sendo acompanhado pelo Serviço de Abordagem Social da Secretaria de Desenvolvimento Social. Segundo informações do serviço, José foi encontrado por uma pessoa que o levou para o projeto Aliança Anuncia-me, que prontamente informou a Equipe a situação que José Brito, que foi abordado e encaminhado para o abrigo Casa do Andarilho.

Já no abrigo a equipe de abordagem começou a investigação social, que descobriu entre outras coisas, que José como andarilho já havia passado por Vitória da Conquista entre 2010 e 2011 e que sua ultima residência foi em uma fazenda na vizinha cidade de Planalto. Através de um número de telefone em seus pertences, a equipe conseguiu contato com a sua família, uma sobrinhas em Taipu- AL, uma filha em Aracajú, outro filho em Mato Grosso e dois filhos em São Paulo.

“Eu não esperava encontrar meu filho novamente, eu não tenho palavras”. Essas foram as palavras de José Brito (82) ao encontrar seu filho 20 anos depois. A foto é da Secom PMVC

Durante a investigação os filhos informaram que há 20 anos o pai desapareceu e já davam ele como morto, mas felizmente por meio do trabalho da Equipe de Abordagem e da Rede de Assistência Social do Município, José  reencontrará seus familiares, hoje (11), às 11h, na Secretaria de Desenvolvimento Social,

“Eu e meus irmãos já tínhamos perdido a esperança de reencontrar nosso pai, mas o telefonema da assistente social mudou tudo isso. Eu não tenho palavras para agradecer o trabalho desta equipe, estão todos de parabéns”, comentou Elias que pretende levar seu pai para morar com ele e sua família em Santos.

Serviço de Abordagem Social – É um serviço realizado por uma equipe de educadores sociais e um técnico de nível superior que identifica famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social em espaços públicos, como trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, situação de rua, uso abusivo de crack e outras drogas. Em Vitória da Conquista além da ronda, também atende as demandas que chegam pelo telefone: 3422-9328.