Estima-se que 135 mil brasileiros vivem com HIV e não sabem

ESPECIAL DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS

Gerson Pereira
Diretor do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e
Infecções Sexualmente Transmissíveis

HIV/Aids: “Não fique em dúvida, faça o teste”, recomenda o diretor

Campanha de Prevenção ao HIV/Aids 2019 foca na testagem e reforça importância do tratamento

De acordo com o boletim epidemiológico 2019, a infecção por HIV/AIDS cresce mais entre os jovens.
A maioria dos casos de infecção pelo HIV no país é registrada na faixa de 20 a 34 anos (52,7%), principalmente em relação aos homens.
 

“Os testes estão disponíveis para toda a população. Precisamos alertar as pessoas para buscarem a testagem. A gente espera que essas 135 mil pessoas que vivem com HIV e não sabem, conheçam o diagnóstico e iniciem o tratamento. Esse diagnóstico também é uma medida de prevenção, porque, na medida em que a pessoa é diagnosticada e tratada, ela deixa de ter uma carga viral circulante”, disse o diretor.

Todas as especialistas entrevistadas pelo Ministério da Saúde destacaram que o ambiente familiar impacta na forma como a criança vai se relacionar com a comida. Por isso, a dica final é investir na oportunidade de toda família poder se alimentar melhor

.>> Confira a entrevista completa

135 mil brasileiros vivem com HIV e não sabem

Nova campanha contra HIV/aids estimula público jovem a realizar a testagem. Dia Mundial de Luta Contra a Aids é comemorado no dia 1º de dezembro

>> Confira a matéria completa

Pelo SUS, a população pode ter acesso a testes rápidos e gratuitos de HIV

Os testes rápidos são práticos e de fácil execução e fornecem o resultado em, no máximo, 30 minutos

>> Saiba mais

SUS oferece gratuitamente testes rápidos para HIV/Aids

O governo federal tem aumentado o número de testes distribuídos mantendo em média quase 14 milhões por ano

>> Acesse e ouça