Figueirense é bicampeã do campeonato municipal de futebol feminino

Texto e imagem: Secom PMVC

Quem foi que disse que futebol não é pra mulher!? “Eu vou mostrar pra você, mané; joga a bola no meu pé”. A música-tema da seleção brasileira na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 retrata bem o que as mulheres enfrentam para se tornar uma jogadora desse esporte.

Mas essa história está mudando em Vitória da Conquista. “O futebol feminino vem tomando bastante visibilidade e prestígio na nossa cidade”, afirmou a jogadora Poliana Santos (32), que neste domingo (17) tornou-se bicampeã do Campeonato Municipal de Futebol Feminino, promovido há três anos pela Prefeitura de Vitória da Conquista. “Com certeza, agora com essa coordenação de Esportes, há um olhar todo especial. Precisamos de bem mais é claro, mas esse campeonato municipal é de suma importância para as mulheres que gostam de futebol”, completou a meio-campista do Figueirense da Limeira, que também já conquistou a competição da zona rural.

“A gestão tem procurado promover as competições femininas. Já fizemos dois campeonatos de futebol feminino da zona rural e estamos fazendo o terceiro municipal. Fizemos alguns torneios de futsal feminino e o pensamento nosso é fazer ainda esse ano o campeonato de futsal e a edição 2020 do campeonato, pois o que terminou foi a edição 2019”, relatou o gerente municipal de Esportes, Luciano Pina.

Figueirense comemora o bicampeonato municipal

O confronto – A final com a equipe PEC Pradoso foi bem disputada. O time de Pradoso abriu o placar e o da Limeira virou o jogo. Mas o PEC conseguiu o empate de 2 a 2 e a partida foi para os pênaltis. Na bola parada, a experiência falou mais alto e o Figueirense sagrou-se campeã por 4 a 2. A equipe ainda levou os troféus de artilheira, com Jamile marcando 11 gols na competição, e de melhores jogadora e goleira com Piska e Gaby Gomes, respectivamente.

“O time é formado por 90% de atletas da zona rural. Para nós, foi assim algo de outro mundo. Não treinávamos e é só no dia do jogo mesmo e dá tudo certo. Fizemos história, levamos todos os prêmios. Muito feliz por tudo”, revelou Poliana, que é povoado do Riachinho 2, mas é servidora municipal em creche na cidade.

Já na disputa pelo 3º lugar, a seleção Migs goleou as Coleguinhas por 8 a 0.