Conquista: Estudantes da rede pública recebem 2ª remessa de alimentação

Equipe abasteceu o caminhão que transportou os kits alimentares

Logo nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (6), a equipe da Coordenação de Alimentação Escolar abastecia o caminhão que transportou os kits alimentares para unidades de ensino municipais. O trabalho marcou o início da entrega da segunda remessa de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), em cumprimento a Lei Federal nº 13.987/2020.

Desta vez, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) começa a entrega pelas unidades da zona rural. “Começamos pela zona rural, dessa vez, por causa da acessibilidade de alguns locais, tem áreas que são mais isoladas, e neste período de chuva precisamos priorizar a entrega destes alunos. Então, a gente quer fazer com que chegue mais rápido para esse público”, comentou o coordenador de Alimentação Escolar, Yuri Hatgivagiannis.

As primeiras unidades a receber os kits da Alimentação Escolar serão as nucleadas, a Escola Municipal da Baixa da Fartura e as que compõem o Círculo Escolar Integrado (CEI) de Inhobim. A família que tiver até dois filhos matriculados vai ter direito a um kit. Para as famílias que tenham de três a cinco filhos matriculados, serão entregues dois kits.

Para garantir ainda mais celeridade nesse processo, a Smed tem executado uma logística específica para montagem, respeitando as orientações quanto às medidas sanitárias. O local de montagem é higienizado antes e durante o manuseio dos produtos, os profissionais, sempre de máscara, higienizam constantemente as mãos com álcool em gel e, em pias, com água e sabão.

Kits são montados seguindo todos os protocolos de higiene e segurança

“Temos todo esse processo na área de montagem. E, nesta segunda edição de entregas demos uma ênfase ainda maior na questão do cuidado, e, não só na montagem, mas também no carregamento do caminhão e nas próprias unidades – que recebem as nossas orientações para que a entrega aconteça de acordo com os protocolos”, reforçou o coordenador do setor de Prestação de Contas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Sidnei Soares.

“Nesta ação, fazemos toda comunicação prévia com os gestores, passando informações básicas sobre o distanciamento físico necessário, e as questões sanitárias e de higiene no manuseio e entrega dos kits nas unidades escolares. Os gestores são os maiores interlocutores com os pais ou responsáveis dos alunos e, por isso, estamos novamente dando todo o suporte necessário para que esta segunda etapa da entrega dos kits obtenha o mesmo êxito que a primeira”, completou a coordenadora de Administração Escolar, Katiúscia Sampaio. Texto e imagens: Secom PMVC.