Saiu o resultado dos projetos habilitados à Lei Aldir Blanc em Vitória da Conquista

A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Laze tornou público no Diário Oficial do Municipio de Vitória da Conquista, o resultado do processo de Habilitação do Instrumento Convocatório – Decreto 20.590 de 22 de outubro de 2020 – referente ao inciso II do art. 2º da Lei federal n. 14.017/2020, realizado pela Comissão Municipal de Avaliação e Validação.

Os espaços habilitados devem atentar-se as atividades a serem cumpridas, sob pena de serem desabilitados.

Já os espaços desabilitados podem interpor recurso desta decisão através do e-mail aldirblanc.pmvc@gmail.com, no prazo de cinco dias.

JP Eventos, Cabrió & Cia., Thiago Sobreira Fotografia, Espaço Bate Papo com As Belvas, SOS Cultura e Associação Girassóis, Vilella Filmes, Terreiro de Umbanda Ogum Beira Mar, Ballet Tchu e Cia., Ilê Axé Oyá Funmilayo Kilyobá, Espaço Cultural A Toca, Terreiro de Umbanda Pai Oxalá, Alegria e Festa, Coletivo POC, Cia Kagemi, Terreiro Axéyanguí, ABASSÁ NKISI NGUNZO NGANA DIÁ ÍXI, Canto do Sabiá, Apodío, Forro Aconchego, Terreiro de Umbanda Oxóssi Martim Quimbanda, CaZazul Teatro Escola, Casa de Cinema Sarno, Companhia Operakata de Teatro/Espaço Quixotesco, ÉKSTASIS CIA DE DANÇA, TELA34, Nzó Nkisi Matambalenã Diá NZambi, Biblioteca Comunitária Miro Cairo, Ile Alaketu Ase Omi T’Ogun, Ilê Alaketu Asé Obá Elefé Ará, CENTRO EDUCACIONAL ARTE E MOVIMENTO CAPOEIRA – CETA, Centro de Atividades Culturais Mãos do Bruno, Ato3 Produções, Olaria- Grupo de Artes Integradas Performativas e de Pesquisa, Sala Jardins – Espaço de Criação Artística, Terno de Reis Março São Sebastião Estrela Dalva, Coletivo Mambembe Bahia, Casa de Ogum, Ilê Axé Omin Ala, Ilè Àse Èfòn Yèyé Omi Titun, Ilê Axé Omô Xangô, Terreiro de Xangô, Ministério Benaia, Terno de Reis Divino Espirito Santo, Casa de Axé Vale de Angorô, Coletivo Feminista Negro Pretas da Dió, Terreiro de Umbanda Ogum de Lê,Terno de Reis Os Netos de Guena, Coletivo “A Conquista do Rock”,Culinaria Intuitiva, Casa de Oyá, See’ON/Ronaldo Ros-Studio Escola Experimental Orelha de Nego e Coletivo Carola.

Já os espaços desabilitados podem interpor recurso desta decisão. São elas: JP Eventos, Cabrió & Cia., Thiago Sobreira Fotografia, Espaço Bate Papo com As Belvas, SOS Cultura e As­sociação Girassóis.