Covid 19 registra 235 óbitos em Vitória da Conquista com 15.209 casos confirmados

 

Nesta sexta-feira (8), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou o Boletim epidemiológico atualizado que registra 15.209 casos confirmados da Covid-19 no município.

Dos pacientes que testaram positivo, 13.996 já estão recuperados, 235 pacientes do município faleceram por complicações da doença e 978 seguem em recuperação – 42 deles estão em internamento hospitalar em Vitória da Conquista, outros três estão internados em outros municípios e 933 em tratamento domiciliar.

9.117 casos suspeitos de infecção pela Covid-19 aguardam por classificação final, dos quais: 8.842 esperam pela investigação laboratorial e 275 pelo resultado do exame RT-PCR – as amostras são encaminhadas para análise no Lacen Estadual.

Ocupação de Leitos – Atualmente, a rede hospitalar do SUS no município disponibiliza 153 leitos (70 de UTI e 83 enfermarias) para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pela Covid-19. Hoje, 101 pacientes estão internados nos leitos disponíveis – são residentes de Vitória da Conquista e dos seguintes municípios da macrorregião:

Ocupação de Leitos – Atualmente, a rede hospitalar do SUS no município disponibiliza 153 leitos (70 de UTI e 83 enfermarias) para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pela Covid-19. Neste momento, 98 pacientes estão internados nos leitos disponíveis – são residentes de Vitória da Conquista e dos seguintes municípios da macrorregião: Aracatu; Barra da Estiva; Barra do Choça; Boquira; Brumado; Caetanos; Cândido Sales; Caraíbas; Encruzilhada; Firmino Alves; Guanambi; Ibicoara; Ibipitanga; Iguaí; Itambé; Itapetinga; Itororó; Ituaçu; Iuiu; Jacaraci; Jânio Quadros; Jussiape; Lagoa Real; Licínio de Almeida; Livramento de Nossa Senhora; Macaúbas; Malhada; Nova Canaã; Paramirim; Piripá; Poções; Rio do Antônio; Rio do Pires; Tanhaçu; Tanque Novo; Tremedal; Urandi e Teófilo Otoni-MG.

Clique aqui para acessar o Boletim epidemiológico completo.

Call Center– A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

  • Telefones fixos:(77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
  • Celulares:(77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
  • Call Center Noturno:(77) 98856-3397/98856-5268
  • Call Center do Trabalhador de Saúde:(77) 98809-2988 / 98809-2919 / 98809-2965

Bahia confirma primeiro caso de reinfecção por coronavírus 

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirma o primeiro caso de reinfecção por SARS-CoV-2, por meio de sequenciamento genético. Foi observada, na sequência genética do vírus presente no segundo episódio, a mutação E484K, que é uma mutação identificada originalmente na África do Sul. A paciente em questão, uma mulher de 45 anos residente em Salvador, contraiu a Covid-19 duas vezes em um intervalo acima de 90 dias, conforme laudos emitidos pelo Hospital São Rafael em maio e outubro de 2020. 

Em 22 de dezembro de 2020, o Hospital São Rafael comunicou oficialmente a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre o caso suspeito de reinfecção. A partir das análises das amostras sequenciadas pelo Núcleo de Vigilância Genômica em tempo real do SARS-CoV-2 no Brasil, do qual o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia faz parte, foram obtidas as seguintes conclusões: 

1. As duas amostras agrupam-se em dois lados distintos e pertencem a duas sublinhagens diferentes: B.1.1.33 a amostra da primeira coleta e B.1.1.248 a amostra da segunda coleta; 

2. Apresentam um perfil de mutações diferentes; 

3. A identificação na amostra referente a segunda coleta (caso de reinfecção) da mutação encontrada na nova variante da África do Sul na proteína Spike localizada no RDB (E484K). 

Para além do sequenciamento genético foram realizados outros exames, a exemplo da quantificação de anticorpos anti-SARS-CoV-2, coletados em momentos distintos do caso em questão.  

Suspeita de reinfecção 

Outros 118 casos suspeitos de reinfecção estão sendo investigados no estado da Bahia em pacientes com faixas etárias de 5 a mais de 80 anos. Deste total, há 82 notificações para o sexo feminino e 36 para o sexo masculino.