Brasil tem 15 mil ações ligadas à corrupção

Brasil tem 15 mil ações ajuizadas contra casos ligados à corrupção

Com 15 mil ações relativas a casos de corrupção tramitando na Justiça, o Brasil ocupa atualmente a 73º posição entre os 183 países identificados como corruptos no mundo. A informação foi apresentada pelo coordenador nacional da campanha ‘O que você tem a ver com a corrupção’, promotor de Justiça de Minas Gerais Jairo Moreira. Durante o lançamento da campanha na sede do Ministério Público do Estado da Bahia, ele destacou que, para se combater a corrupção, é preciso aliar ações educativas a instrumentos de controle. O primeiro passo, frisou Jairo Moreira, “é não se calar”. Isso o MP já está fazendo, mas é preciso que a sociedade também o faça, conclamou ele, sinalizando que a corrupção não está apenas no serviço público. Ela também está na vida pública.

Para o idealizador da campanha, promotor de Justiça de Santa Catarina Affonso Guizo, “é preciso colocar o dedo na ferida”. Isso deve acontecer primeiro com as nossas próprias vidas, disse ele, indicando que devemos olhar para a nossa casa, analisar o nosso jardim e, depois, “apontar o dedo para o outro”. Segundo Guizo, o maior desafio desse projeto é levar a percepção do que é corrupção para as pessoas. Muitas delas, lamentou ele, aceitam atos corruptos porque acham que, sem eles, não conseguiriam sobreviver. “Como você vai chegar a uma dona de casa que vê o filho passando fome e conscientizar ela no sentido de que não deve receber uma cesta básica em troca de voto?”. Essa é uma situação difícil, assinalou ele, frisando que precisamos tentar. “As mudanças não acontecerão da noite para o dia, mas podemos começar mudando a nossa realidade”, finalizou o promotor de Justiça.