PMVC

Denúncia desbarata quadrilha de exploração sexual

Denúncia ao Ligue 180 desbarata quadrilha de exploração sexual de mulheres brasileiras na Espanha

 Serviço da SPM também atende mulheres brasileiras na Itália e em Portugal. Até 2014, cobertura será ampliada para mais dez países

PMVC

Uma organização criminosa de aliciadores de mulheres foi presa em Ibiza, numa cooperação entre a Polícia Eivissa (Espanha) e Polícia Federal do Brasil. A investigação se iniciou após registro de denúncia na Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), no início de junho.

Para a ministra Eleonora Menicucci, da SPM,  “o trabalho integrado entre o Ligue 180 e a Polícia Federal do Brasil é fundamental para o enfrentamento da violência contra as mulheres no Brasil e no exterior. As mulheres são 85% das vítimas de tráfico de pessoas. Nosso objetivo é eliminar as redes de tráfico e violência contra as mulheres brasileiras”.

A ministra  Eleonora avisa que o Ligue 180 será ampliado para mais dez países até 2014. “Nossa meta é atender, até 2014, mais dez países”, afirma. Desde novembro de 2011, o Ligue 180 atende chamadas feitas da Espanha, Itália e Portugal. A escolha dos países está relacionada ao grande número de mulheres nas comunidades brasileiras. Além do tráfico de mulheres, são comuns casos de violência doméstica e sequestro.

De acordo com a Unidade de Repressão ao Tráfico de Pessoas da Polícia Federal do Brasil,  na Espanha, foram presas sete pessoas, em sua maioria brasileiros e membros da mesma família. A “Operación Palmera” resultou na prisão da brasileira M.L.F.L., de 52 anos e do cidadão alemão H.G.L., de 70 anos, bem como do filho do casal W.F.L. de 32 anos e a esposa deste. Foram detidas ainda três mulheres brasileiras que exerciam funções de “encarregadas do negócio”.

No local da busca foram encontradas 28 mulheres de diferentes nacionalidades que viviam confinadas em pequenos quartos superlotados. Os serviços sexuais eram oferecidos aos clientes 24 horas por dia, ficando a organização com 50% do valor cobrado por programa. Segundo a Polícia Federal brasileira, as mulheres eram controladas pela organização criminosa por meio de câmeras instaladas por todo o estabelecimento.

Acesso ao Ligue 180 – As mulheres em situação de violência na Espanha devem ligar para 900 990 055, fazer a opção 1 e, em seguida, informar à atendente (em Português) o número 61-3799.0180.

Em Portugal, devem ligar para 800 800 550, também fazer a opção 1 e informar o número 61-3799.0180.  E, na Itália, as brasileiras podem ligar para o 800 172 211, fazer a opção 1 e, depois, informar o número 61-3799.018.

O serviço do Ligue 180 no exterior conta com a parceria do Ministério da Justiça e suporte de consulados.

Assessoria de Comunicação Social // Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM

Presidência da República – PR // 61 3411 4214 / 4228 / 4229   //