PMVC

Prêmio Gerdau Melhores da Terra visita 17 cidades na Bahia

Comissão Julgadora do Prêmio Gerdau Melhores da Terra visita cerca de 17 cidades na BA

Os membros da Comissão Julgadora do Prêmio Gerdau Melhores da Terra já iniciaram as visitas na Bahia para a avaliação dos inscritos na 30ª edição do evento. Cerca de 17 cidades serão visitadas no Estado, onde serão entrevistados usuários dos equipamentos que concorrem ao prêmio, indicados pelos próprios fabricantes. Em 2011, 47.276 quilômetros foram percorridos no Brasil, Argentina e Paraguai.

PMVC

As visitas fazem parte da avaliação dos inscritos na categoria Destaque, que avalia máquinas em uso há mais de um ano e que, em 2012, conta com 31 participantes no total. A importante inovação incorporada ao regulamento do prêmio este ano é que equipamentos usados na agricultura familiar e na agricultura de escala serão avaliados separadamente.

Segundo o coordenador da Comissão Julgadora do Prêmio, Luiz Fernando Coelho de Souza, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, há uma grande variedade de equipamentos inscritos nesta 30ª edição do prêmio, cobrindo diversos segmentos da agricultura. “Esse fato é positivo, pois mostra a evolução da agroindústria em todos os setores”, diz.

Após o término do período de visitas, um relatório detalhado sobre cada produto será elaborado pelos membros da comissão julgadora, com a avaliação de seus diferenciais, da sua segurança operacional e do seu desempenho. Também será avaliada a qualidade da entrega, da assistência técnica, da revenda e do atendimento pós-venda. “Para as empresas, é uma espécie de consultoria gratuita”, afirma o professor Coelho. O parecer completo é entregue ao fabricante logo após o encerramento da Expointer, onde serão conhecidos os vencedores.

“Além de ouvir o usuário, a comissão tem condições de acompanhar o dia a dia e o desempenho desses equipamentos em seu próprio meio de trabalho – o campo -, o que confere grande credibilidade à avaliação”, explica o coordenador da Comissão Julgadora.

No total, os membros da comissão avaliarão máquinas e equipamentos agrícolas em cerca de 279 municípios do Brasil, totalizando, aproximadamente, 317 entrevistas. O prêmio é realizado pela Gerdau desde 1983, com o objetivo de estimular e contribuir para o desenvolvimento do setor. A Comissão Julgadora é formada por especialistas em mecanização agrícola das principais universidades e centros de pesquisa do Brasil, Chile e Argentina.

São parceiros institucionais do Prêmio a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná, a Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA), o Instituto Nacional de Tecnología Agropecuaria (INTA) da Argentina, o Instituto Nacional de Investigación Agropecuaria (INIA) do Chile, a Feira Agrishow (SP) e a Feira Expointer (RS).

Seguem abertas até o dia 10 de agosto as inscrições para as categorias Novidade Expointer, que avalia os equipamentos lançados no mercado após a última edição da feira, e Pesquisa e Desenvolvimento, voltada para estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais das ciências agrárias e produtores que tenham desenvolvido soluções que contribuam favoravelmente para o processo de produção agrícola. Os vencedores serão conhecidos no dia 25 de agosto, na feira Expointer, realizada em Esteio (RS).

As inscrições para o prêmio são gratuitas e podem ser feitas pelo website www.melhoresdaterra.com.br ou pelo correio, em carta endereçada para a área de Assuntos Institucionais e Comunicação Corporativa da Gerdau – Av. Farrapos, 1811 – Cep: 90220-005 – Porto Alegre – RS – Brasil. No mesmo website também estão disponíveis o regulamento completo, a história do Prêmio e informações sobre os equipamentos vencedores das últimas edições.

Sobre a Gerdau

A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.