Conselheiros Locais de Saúde empossados em Vitória da Conquista

Os conselheiros representarão a comunidade dos bairros Pedrinhas, Cruzeiro e Petrópolis

 

Meirelande de Matos

Em Vitória da Conquista, as ações do Governo Municipal acontecem em parceria com a comunidade. A participação dos Conselhos Locais  de Saúde é um dos exemplos que reafirmam esse compromisso. Na manhã desta sexta-feira, 18, novos conselheiros foram empossados no município. Eles representarão a comunidade dos bairros Cruzeiro, Pedrinhas e Petrópolis com o intuito de colaborar com as melhorias dos serviços que buscam o bem-estar da população.

Uma vez por mês, os novos conselheiros locais se reunirão com o intuito de apresentar as necessidades dos bairros na área de saúde e discutir propostas de aperfeiçoamento do serviço. Esses encontros representam ações efetivas de participação popular, já que as demandas são expostas para os membros do Governo Municipal.  “Esse trabalho será todo feito com a comunidade e com os funcionários, pois ninguém trabalha só, é preciso agir juntos”, ressaltou a nova presidente do Conselho Local, Meirelande de Matos.

Andréia Damasceno

A cerimônia de posse aconteceu na Unidade de Saúde do Pedrinhas, que abrange os três bairros. Na ocasião, foram empossados quatro conselheiros titulares e dois suplentes. “Realizamos uma oficina de mobilização para explicar sobre o funcionamento do Conselho Local e para escolher as pessoas interessadas em participar desse trabalho voluntário que contribui para a melhoria da unidade de saúde do bairro”, declarou a enfermeira da Unidade do Pedrinhas e conselheira suplente, Andréia Damasceno.

Rose Gigante

Para a gerente do Serviço Municipal de Tisiologia e Dermatologia Sanitária, Rose Gigante, representante do Controle Social de Vitória da Conquista, a participação dos conselheiros é fundamental para a descrição das necessidades prioritárias da população. “O Sistema Único de Saúde (SUS) começou há vinte e dois anos com a Lei nº 8.080, que trata sobre o funcionamento do sistema. Em seguida, veio a Lei Complementar nº 8.142 que fala exatamente que sem a comunidade o SUS não funcionaria. Então esses momentos são fundamentais para a população sinalizar para toda a gestão que executa as funções do SUS quais são as prioridades da comunidade”, destacou.

Natália Dias Alves

Conforme a apoiadora institucional da Atenção Básica, Natália Dias Alves, cada posse de novos conselheiros representa um momento de grande importância. “É o primeiro contato que a gente tem com os representantes que se disponibilizaram para estar nessa parceria com a gente. E isso é muito importante, pois com a comunidade organizada, que apresenta as suas necess