PMVC

Transitando: números alarmantes de acidentes de trânsito

Sest/Senat e Fenasdetran foram os responsáveis pelo quarto dia de palestras na Livraria Cultura

Para encerrar a Semana Nacional de Trânsito 2013, os órgãos parceiros resolveram mostrar hoje (20), o alarmante número de acidentes ocorridos no Brasil por conta da combinação de álcool, outras drogas e direção. O assunto levou a plateia a refletir sobre a necessidade de manter um bom comportamento no trânsito, evitando assim, tantas mortes que tem levado famílias à destruição.

PMVC

A psicóloga Vanessa Pires Dantas (foto), primeira palestrante do dia e representante do Sest/Senat, discorreu sobre a necessidade do álcool ser visto como uma substância similar a outras drogas, a exemplo da cocaína, maconha, etc, e que as pessoas não devem se deixar levar pelos efeitos midiáticos que o trata apenas como uma fonte de alegria e prazer, esquecendo que o álcool também é vilão.

Para se ter uma ideia, o álcool “diminui as atividades cerebrais, deixa a pessoa menos inibida, provoca problemas sensoriais, permite uma coragem excessiva e é o causador de matar nove vezes mais que as drogas ilícitas. Por ano, as substâncias psicoativas proibidas matam 250 mil pessoas, enquanto o álcool, substância liberada, mata 2,25 milhões”, salientou a psicóloga.

Ao finalizar a palestra, Vanessa ainda fez questão de apresentar um vídeo chocante sobre acidentes de trânsito e suas vítimas, deixando todo o público admirado e pensativo sobre suas ações e atitudes nas vias.

Em seguida foi a vez do Cel. PM Gilson Santiago Messias apresentar o tema “Os Direitos Humanos e suas nuances nas relações de trânsito”, onde afirmou que o trânsito seguro é direito e uma responsabilidade de todos e que esta questão é uma das exigências do Plano Internacional, que também tem como prioridade implantar um sistema padrão de sinais viários. Para complementar, apresentou outros dados alarmantes do Ministério da Saúde de que no Brasil há 43 mil mortes no trânsito por ano, somando uma despesa com acidentes de 8 bilhões de reais.

O último dia do evento também contou com muita emoção, com a participação da Orquestra da Banda Municipal e a apresentação do cantor Jorge Burguês, cantando hits da MPB. A despedida ficou por conta de uma homenagem de Ana Cristina Regueira e Luide Souza, ambos do Detran-Ba a uma integrante especial do grupo, Sandra Freitas, que representou tão bem a Secretaria Municipal de Saúde.