Câmara homenageia personalidade e instituição culturais

Sessão Solene marca entrega da Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha a quem tem contribuído para o desenvolvimento, difusão e valorização da cultura em Vitória da Conquista 

Acontece nesta sexta-feira, 27, às 8h30min, no Plenário Carmem Lúcia da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), uma sessão solene em comemoração ao Dia Municipal da Cultura, data instituída pela Lei 1.367/2006. Originalmente a comemoração ocorre em 15 de março, mas por choques de agenda a CMVC adiou a solenidade. Na oportunidade, será entregue ainda a Medalha Mérito Cultural Glauber Rocha a uma personalidade e a uma entidade que tenham contribuído para o desenvolvimento, difusão e valorização da cultura no município. A organização da homenagem é da Comissão de Cultura e Esporte, atualmente composta pelos vereadores Hermínio Oliveira (SD), Sidney Oliveira (PRB) e Joaquim Libarino (PCdoB).

Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça – O Dia Municipal da Cultura é também uma homenagem ao cineasta conquistense Glauber Rocha (1939-1981). Ele nasceu em 14 de março e foi um dos integrantes mais importantes do Cinema Novo, movimento iniciado no começo dos anos 1960. Com o princípio de “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”, Rocha contribuiu para a construção de uma nova identidade para o cinema brasileiro.

Glauber foi o primeiro filho do casal Adamastor e Lúcia Rocha. Ele viveu em Vitória da Conquista até 1947, quando se mudou com a família para Salvador. Realizou seu primeiro filme, “Pátio”, no final dos anos 1950 e até sua morte desenvolveu inúmeros projetos, como o icônico filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol” e os premiados longas “Terra em Transe” e “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”, entre outros.

O cineasta marcou toda uma geração e sua obra até hoje ressoa na cinematografia brasileira. Travou parcerias com inúmeros outros cineastas, inclusive estrangeiros como o francês Jean-Luc Godard, por exemplo, além de artistas de outras linguagens.