19 de abril: escolas indígenas celebram Dia do Índio

As escolas indígenas da rede estadual de ensino da Bahia realizam ações para celebrar o Dia do índio (19 de abril). No Colégio Estadual Indígena de Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália, no sul do estado, os estudantes participam de uma programação que reúne manifestação cultural, debate e reflexão sobre a data, com a participação da comunidade, durante toda a semana. No Colégio Indígena Dom Jackson Berenguer, em Euclides da Cunha, na região nordeste, atividades encerram nesta terça-feira.Competição de adereços, jogos indígenas municipal e estadual, noite cultural com comidas típicas e desfile fazem parte da programação do Coroa Vermelha, onde o foco é a valorização dos saberes culturais do povo de etnia Pataxó. “Esta data tem um significado forte para nós, indígenas, porque representa resistência de que ainda estamos aqui lutando. É um momento de autoafirmação para continuarmos nossa luta”, diz o gestor do colégio, Railson Pataxó.No Colégio Dom Jackson Berenguer, que alunos índios e não índios, a programação que estimula o debate e a reflexão os indígenas. “Essa data é importante para aprofundar sobre questões que fazem parte da nossa história”, afirma a gestora da unidade, Fátima Carvalho. Para Keilani Silva, 13 anos, estudante do 8º ano, de etnia Kaimbé, conhecer sobre sua cultura e as das outras etnias é interessante. “Eu aprendo na escola, histórias que minha avó conta sobre outras culturas, além da nossa”.

A Secretaria da Educação do Estado abre espaço para uma mesa-redonda com a temática ‘Abril Indígena: pensando onde estamos e onde podemos e precisamos chegar’. O evento acontece no próximo dia 28, no auditório do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, que, por meio de pesquisas realizadas por profissionais da educação, busca valorizar a cultura e os saberes indígenas.

Para a assessora pedagógica da secretaria e uma das palestrantes da mesa-redonda, Valuza Saraiva, “trazer o debate sobre indígenas na contemporaneidade é fundamental para discutir racismo em suas várias vertentes (racismo religioso, institucional e tantos outros) a fim de nos reconhecermos fazendo educação com mais verdade e inteireza”. Segundo ela, entre outros assuntos, serão discutidas “as dimensões que a Bahia já avançou e tem avançado para dar robustez à área educacional nas escolas indígenas”.

Avanços 

O Governo, por meio da secretaria, vem investindo em ações para a melhoria da qualidade da educação indígena, que já alcançam 8.468 estudantes, oriundos de 16 etnias em 130 comunidades indígenas, atendidos pela rede estadual de ensino. Estas ações são resultado do pioneirismo na criação da carreira de professor indígena e na realização de concurso público específico, garantindo aos professores o direito de ingressar no quadro permanente e estável do Estado, atendendo peculiaridades culturais, sociais, políticas e econômicas.

“O concurso foi muito importante para o reconhecimento e valorização dos povos indígenas, veio para fortalecer nossa luta”, afirmou a professora indígena Maria Adalgisa Xavier, de etnia Kaimbé, que dá aula no Colégio Estadual Dom Jackson Berenguer, em Euclides da Cunha. Ela enfatiza ainda sobre necessidade de se ter um professor indígena na aldeia. “Aqui, damos aula para índios e não índios. O conhecimento passado é importante para que os índios se interessem e valorizem sua cultura e para que os não índios conheçam a cultura e respeitem”.

Educação Indígena 

A rede estadual de ensino possui 104 espaços escolares para educação indígena e certificou 170 professores com titulação em Magistério Indígena, Nível Médio, profissionalizando-os para a ação pedagógica específica/diferenciada nas escolas indígenas. Além disso, realizou cursos de formação continuada envolvendo 510 professores indígenas de todo o estado. Para atendimento de educação especial, existe a interlocução com a Coordenação de Educação Especial, que promove a realização de cursos nesta área para os professores indígenas.

    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio
    • Escolas Indígenas promovem ações para celebrar o Dia do Índio