PMVC

Embasa intensifica ações no combate a vazamentos

Diante do cenário de escassez hídrica em Vitória da Conquista, a Embasa tem intensificado o trabalho de combate ao desperdício, desenvolvendo diversas ações para reduzir a perda de água no sistema de abastecimento. Na outra ponta desta relação, a população vem se atentando cada vez mais para o assunto e também se empenhando em denunciar o uso irregular da água e informar vazamentos na rua.

Uma das medidas emergenciais adotadas pela empresa foi a criação de rondas noturnas para identificar vazamentos na rede distribuidora. O trabalho é desenvolvido a cada dia nas áreas que estão sendo abastecidas, conforme estabelecido pelo calendário de abastecimento, que vigora durante o racionamento no sistema integrado de abastecimento de água (SIAA). Os setores que estão sendo abastecidos são monitorados por equipes nos horários de maior incidência de pressão nas redes de distribuição, que normalmente acontecem durante a noite.

PMVC

De acordo com o gerente do Escritório Local, Álvaro Aguiar, neste período, as tubulações da rede distribuidora ficam mais suscetíveis a quebramentos, devido à constante manipulação, por parte dos usuários, do registro localizado na caixa do hidrômetro e ao processo de esvaziamento e enchimento da rede, decorrente das manobras vigentes durante o racionamento. Ele explica que a Embasa mantém equipes fixas para executar reparos durante todo o dia, além de plantões para serviços emergenciais durante os finais de semanas e madrugadas. “As rondas noturnas nos ajudam a identificar muitos pontos de vazamentos, mas a maior parte das correções que efetuamos é informada pela própria população. Por isso é indispensável que haja esta parceria. É preciso que as pessoas notifiquem quaisquer vazamentos encontrados”, esclarece o gerente.

Além das rondas noturnas, a Embasa adota ainda práticas rotineiras como substituição de redes que apresentam maior índice de quebramentos, substituições de hidrômetros com tempo de vida útil excedido, instalação e manutenção dos equipamentos de proteção existentes (válvulas redutoras para diminuição de pressões excessivas), automatização de reservatórios com utilização de novas tecnologias de controle de nível e controle ativo de vazamentos com o uso de equipamentos de detecção acústica.

Todas essas ações estão alinhadas às diretrizes do Projeto Com + Água – desenvolvido em Vitória da Conquista desde 2012 – com o objetivo de combater as perdas de água, assim como manter a vigilância e mobilização permanentes para a formação de uma nova consciência ambiental.  A partir dos encontros da Comissão de Usuários, o projeto tem possibilitado a ampliação do canal de diálogo entre a Embasa e a população, na multiplicação de boas práticas na rotina de consumo e de alerta quanto à perda de água. “É necessária uma soma de esforços para que haja a conscientização de todos quanto à importância e à necessidade do uso racional da água”, salienta Álvaro Aguiar.

Todo esse esforço da Embasa foi reconhecido pela organização não governamental Instituto Trata Brasil, que apontou Vitória da conquista como o município que menos perde água tratada entre as cem maiores cidades do país. Nos dados revelados pelo último ranking do saneamento, divulgado em março deste ano, o SIAA apresenta percentual de perda de 24,36%, abaixo da média nacional que é de 36,7%.

Para informar vazamentos na rua ou uso clandestino da água da rede de distribuição, a população pode utilizar o site da Embasa, ligar para o teleatendimento 0800 0555 195 ou ir pessoalmente a uma das lojas de atendimento localizadas na Rua Siqueira Campos (610) e no SAC do Centro.