Caixa inicia campanha de arrecadação de alimentos em suas agências em todo país

Programa de Responsabilidade Socioambiental do banco também apoiará projetos para a doação de 160 toneladas de alimentos

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães (foto), anunciou nesta sexta-feira o lançamento do programa CAIXA Mais Solidária, que permitirá que as agências da CAIXA espalhadas por todo o país atuem como pontos de coleta de alimentos não perecíveis a partir da próxima segunda-feira (26/04), para posterior distribuição a famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade. Vale ressaltar que os alimentos arrecadados não serão distribuídos nas agências, que atuarão apenas como pontos de coleta.

A CAIXA atuará em parceria com o programa Pátria Voluntária, do Governo Federal, para recolhimento e distribuição dos alimentos às instituições contempladas no âmbito do projeto Brasil Acolhedor, que serão divulgadas regionalmente a partir da próxima semana.

“A CAIXA nunca reduziu tanto os juros, nunca focou tanto nas pessoas mais humildes”, afirmou o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, em lançamento da campanha, em Manaus (AM). “Junto com o Pátria Voluntária, a CAIXA vai doar 160 toneladas de mantimentos. A partir de segunda, 4,2 mil agências vão receber doações de todos os brasileiros”, completou.

A aquisição e distribuição de 160 toneladas de alimentos em 2021 faz alusão aos 160 anos da CAIXA, completados em 12 de janeiro do corrente ano, por meio do Fundo Socioambiental CAIXA (FSA).

Além disso, a CAIXA destinará R$ 50 milhões de seu Fundo Socioambiental anualmente para apoio a projetos de preservação de florestas e parques em todos os biomas brasileiros. A ação faz parte do programa CAIXA Refloresta, lançado pelo banco com o objetivo de plantar 10 milhões de árvores em cinco anos.

As divulgações de responsabilidade Socioambiental do banco foram feitas durante evento com o presidente da República, Jair Bolsonaro, em Manaus (AM).