Auditores-fiscais do trabalho da Bahia vão a Brasília pedir arquivamento da PEC-32

Comitiva do Sinait/Bahia

Visando chamar a atenção para as consequências negativas que a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC-32), que trata da Reforma Administrativa, pode trazer para a sociedade, a Delegacia Sindical na Bahia, do Sindicato Nacional dos Auditores-fiscais do Trabalho (Sinait), foi em comitiva a Brasília conversar diretamente com os deputados federais.

Nesta terça-feira (21), ele participou de reuniões com os deputados federais baianos Alice Portugal e Antônio Brito. Também foi recebido pela assessora da liderança do Partido Social Democrático (PSD) na Câmara, Alessandra Gadelha.
O objetivo é visitar os gabinetes dos parlamentares que representam a Bahia no Congresso Nacional durante essa semana e mostrar para eles qual o posicionamento da categoria a respeito da PEC-32.  

Deputada federal Alice Portugal

“Recorremos ao Poder Legislativo, através da Câmara dos Deputados, a fim de sermos ouvidos e, juntos, conseguirmos assegurar os direitos da nossa população. Estamos aqui pelo arquivamento da PEC-32 e pela garantia dos direitos dos servidores públicos”, explica Diego Barros.

Alexandra Gadelha, liderança do PSD na Câmara

Além do vice-presidente da Delegacia Sindical da Bahia do Sinait, também participam da comitiva o presidente do Sinait, Bob Machado; o diretor jurídico, Wellington Maciel, e o diretor adjunto de relações internacionais, José Fontoura.

Deputado Federal Antônio Brito

Para o Sinait, a aprovação da PEC-32 representa um retrocesso para a sociedade. Além de precarizar ainda mais o serviço público, a medida pode trazer sérios prejuízos para os cidadãos, entre eles, a baixa qualidade dos serviços e dificuldades para ingressar na carreira pública.

PEC 32 – A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20, do Poder Executivo, altera dispositivos sobre servidores e empregados públicos. As principais mudanças tratam do regime de contratação, da remuneração e do desligamento dos servidores públicos.  

A PEC 32 também modifica a organização da administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Flavio Cirilo – Assessoria de imprensa.