Parceria entre Sebrae e Embrapa leva inovação e gestão aos pequenos negócios

A iniciativa prioriza 10 nichos de mercado, onde os pequenos produtores vão poder acessar um conjunto de conteúdos que vão contribuir com o aumento da produtividade e sustentabilidade

O Sebrae, em parceria com a Embrapa, está levando inovação para pequenos produtores rurais em 10 diferentes segmentos de atuação no agronegócio. O projeto “Inteligência Estratégica para Pequenos Negócios Rurais” estruturou um conjunto de soluções em tecnologia e gestão para fortalecer a atuação dos empreendedores em diferentes cadeias produtivas como: Açaí, Queijos Artesanais, Ovinocultura, Algodão, Café, entre outros. A expectativa é contribuir com o aumento de competitividade e com o desenvolvimento da sustentabilidade dos pequenos produtores.

O trabalho conjunto entre Sebrae e Embrapa teve início em 2018. Desde então, foram realizados sete grandes estudos que subsidiaram o desenvolvimento dos conteúdos de qualificação que agora começam a ser compartilhados. Uma das pesquisas, feita no ano passado, revelou que 84% dos produtores utilizam ao menos uma tecnologia digital em seu processo produtivo, sendo que 16% ainda não utilizam nenhuma tecnologia. Entre as aplicações tecnológicas com maior demanda por produtores rurais está a obtenção de informações e planejamento, a gestão da propriedade, o mapeamento e o uso da terra, bem como a detecção e controle de deficiências nutricionais que impactam a produtividade no campo. 

O analista de competitividade do Sebrae Victor Ferreira comenta que foi desenvolvida uma trilha de conhecimento para cada um dos 10 modelos de negócio abordados na parceria com a Embrapa. “Elegemos diferentes nichos de mercado e elaboramos para cada um deles um conjunto de conteúdos como vídeos, guias de negócios e boas práticas, além de uma seleção de tecnologias disponíveis que podem ser aplicadas pelos produtores”, comenta Victor.

Ele acrescenta que o desafio, agora, é disseminar esses conteúdos e apoiar o desenvolvimento dos produtores. “Temos segmentos bem estruturados, como o do queijo, onde o Sebrae atende muitos produtores por ano e outros mercados que ainda estão no começo, como a Mandioca Rosada que ainda é muito pouco explorada comercialmente, mas tem um enorme potencial de mercado por conta dos seus diferenciais nutritivos e nutracêuticos”, ressalta o analista do Sebrae.

Conheça os 10 nichos de mercado abordados na parceria

  • Cadeia de produção do Açaí
  • Queijos artesanais
  • Sistema de produção de hortaliças PANCs
  • Criação de poedeira Embrapa 051 para produção de ovos no sistema caipira
  • Cadeia da ovinocultura
  • Cadeia produtiva do algodão
  • Produção do Maracujá-da-caatinga
  • Produção Feijão-caupi
  • Produção da Mandioca-rosada BRS 401
  • Cafés especiais – Robustas Amazônicos