Médicos contratados pelo município já estão atendendo nas unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) contratou 30 médicos habilitados por meio de Chamada Pública e, nesta segunda-feira (2), os profissionais já iniciaram os atendimentos de clínica médica e geral na rotina das unidades de saúde da Atenção Básica, em regime de 40h semanais

.

Médico Tales Galvão em atendimento no Conveima

“Nesse momento, o foco é na Atenção Básica, com a intenção de suprir toda a população com assistência médica, além de estabelecer uma conexão entre o posto de saúde e os usuários. Para isso, foram contratados esses profissionais para que a população não fique desassistida”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Ramona Cerqueira.

Dos 30 profissionais contratados, 14 já estão atuando na clínica médica das Unidades de Saúde da Família (USF) que funcionam em horário comercial. São elas: Nossa Senhora Aparecida, Bruno Bacelar, Jardim Valéria I, Vila América, Cidade Modelo, Nelson Barros, Solange Hortélio, Conveima, Jardim Valéria II, Nestor Guimarães, Urbis V, Recanto das Águas e Nova Cidade.

Na zona rural, seis médicos clínicos estão prestando atendimento nas Unidades de Saúde da Família (USF) Iguá, Inhobim, José Gonçalves, Simão, Pradoso e Cercadinho.

Outros dez médicos clínicos gerais passaram a atender nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Cae II, Dr. Hugo de Castro, Dr. João Melo Filho, Régis Pacheco, Dr. Admário Santos e Panorama, e no Programa de Atendimento Municipal Domiciliar ao Idoso com Limitação (Pamdil), realizando visitas domiciliares. Um deles também atenderá consultas por telemedicina.

Reunião com os profissionais habilitados para definição dos seus locais de trabalho

Na sexta-feira (29), houve uma reunião da Diretoria de Atenção Básica com todos os profissionais médicos das empresas habilitadas por meio da Chamada Pública e, na oportunidade, foi feita a apresentação de como será o vínculo dos profissionais com o município, por meio da modalidade Pessoa Jurídica (PJ), além de uma capacitação sobre o fluxo de atendimento na rede municipal de saúde, normas e rotinas, e a definição dos locais de trabalho de cada profissional.

Ainda de acordo com a secretária de Saúde, 41 empresas foram credenciadas na Chamada Pública e aquelas que não foram convocadas estão no cadastro reserva da SMS, caso surjam novas possibilidades para alocar esses profissionais na rede.