Olinda Pereira recebe título de Doutora Honoris Causa: religião e matriz africana

Ela é Coordenadora de Igualdade Racial da SEMDES

 Desenvolvimento Social
 

Olinda e outros religiosos de matriz africana de todo Brasil

A Coordenadora de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), Olinda Pereira, é  Doutora Honoris Causa pelo serviço prestado à sociedade, contribuindo para o progresso das ciências, das letras, das artes, da cultura em geral, beneficiando de forma excepcional à humanidade e o país. O título foi atribuído pela Faculdade Formação Brasileira e Internacional da Capelania e a Ordem dos Capelães do Brasil (OCB) e entregue no dia 22 de maio, na cidade de Guapimirim, no Rio de Janeiro.

Além de coordenadora na Semdes, Olinda é Iyálorisá e o título é um reconhecimento ao seu trabalho religioso como mãe de santo. “Este título foi uma forma de reparação da OCB com as religiões de matrizes africanas e o reconhecimento do nosso trabalho no candomblé que, para além da religião, também é símbolo da resistência dos negros no Brasil e também de nossa cultura, também ciência, já que para alcançar o título de Iyálorisá, é necessário muito estudo, principalmente sobre as propriedades medicinais das plantas”, ressaltou Olinda.

Com sede no Rio de Janeiro, a OCB, tem por missão fomentar, regulamentar, organizar, fiscalizar e agregar os capelães voluntários e remunerados e contribuir com o serviço de capelania no Brasil, além promover ações de conscientização e mobilização social.

Texto e imagens: Secom PMVC