PMVC

Vitória da Conquista mantém saldo positivo de empregos formais

Imagem: Jornal Contábil. Texto e ilustração

Serviços e comércio foram os que mais empregaram em junho

Município baiano a ciar o maior número de empregos novos com carteira assinada durante a pandemia, Vitória da Conquista continua com saldo positivo de postos de trabalho formais. 

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no primeiro semestre do ano foram 2.566 vagas garantidas, sendo que no mês de junho o saldo foi de 657 novos, saldo entre 2.707 admissões e 2.050 desligamentos.

PMVC

O número foi maior que o mesmo período do ano passado, quando foi registrado um saldo de 602 admissões formais.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é caged.png

O setor de serviços foi o que mais cresceu em junho, com a preservação de 258 novos postos de trabalho.

Em seguida, veio o segmento do comércio, com 212 novas vagas formais; e logo depois o da indústria, com um saldo de 208 empregos.

No semestre, a indústria liderou, com um total de 1.122 empregos mantidos.

Das 2.707 pessoas admitidas, 1.676 são homens, e 1.031 são mulheres.

A faixa etária de 18 a 24 anos foi a que mais gerou contratações: 1.002. Já a faixa entre 30 e 39 anos contabilizou 672 admissões, enquanto 474 pessoas de 25 a 29 anos foram empregadas.

Mais de 72% das admissões são de pessoas com o ensino médio completo.

O segundo nível de escolaridade com mais empregados foi o fundamental incompleto, representando 7,8% das admissões, e na sequência pessoas com o ensino médio incompleto, com 7%.

De janeiro para cá, Vitória da Conquista contabilizou saldo positivo entre admissões e desligamentos em todos os meses, e apenas em abril não foi registrado um saldo superior em relação ao mês anterior.

Em janeiro, foram 178 novos empregos formais; em fevereiro, foram criados 320 postos de trabalho; e em março, 440. Já abril notificou um aumento de 335 admissões; enquanto em maio foram 636.

Mais informações: Clique aqui.

Incentivo municipal

Por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), o Governo para Pessoas tem atuado de forma incisiva no incentivo à geração de emprego e renda no município.

O órgão oferece, de forma contínua, capacitações, apoio técnico a micro e pequenos empreendedores e articulações com os mais diversos segmentos empresariais.

Destaque para a criação da Comissão Municipal Tripartite e Paritária de Emprego, com o objetivo de ampliar a qualificação de mão de obra e a geração de emprego e renda; o projeto de implantação do Polo Têxtil, cuja expectativa é empregar mais de 9 mil pessoas e movimentar cerca de R$ 4 bilhões por ano; e a implementação do Plano Municipal do Turismo Sustentável (Planturis), juntamente com o Sebrae, com estratégias para fortalecer o segmento.