fbpx

Trabalho sobre inclusão produzido na UESB é premiado em evento nacional

Texto e imagem: Ascom UESB

A comunicação oral “Notre Dame de Jequié-BA: anticapacitismo, teatro e festa dos loucos”, escrita pela professora Maria de Souza, dos cursos de licenciatura em Teatro e em Dança, e pelo aluno Vinícius Gomes de Oliveira, do curso de licenciatura em Teatro, campus de Jequié, foi premiada em evento nacional sobre inclusão.

O trabalho obteve o 2º lugar durante o 4º Congresso Nacional de Inclusão na Educação Superior e Educação Profissional e Tecnológica, realizado em Natal (RN), no início de abril.

Segundo a professora Maria de Souza, um dos seus objetivos é adquirir mais conhecimento para a luta anticapacitista, em busca de uma universidade mais inclusiva. “Quero compreender um pouco mais sobre questões político-pedagógicas que envolvem a educação inclusiva no Ensino Superior”, afirmou. A comunicação oral apresentada é sobre a montagem teatral “O Corcunda de Nortre Dame (2023.1)”.

Com a temática anticapacitista, o espetáculo foi criado visando garantir acessibilidade no seu sentindo amplo. “Penso que a relevância desse trabalho envolve tanto a urgência de sensibilizar e buscar capacitação na formação docente quanto a importância do direito das pessoas com deficiência de acessarem produtos culturais”, explicou a professora.

No ano passado, essa mesma obra foi apresentada no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães, em Jequié, quando reuniu pessoas com deficiência física, motora, visual, auditiva, intelectual e múltiplas.

Na oportunidade, as equipes dos Núcleo de Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência (Naipd) da Uesb também estiveram presentes.